AECambuí
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-2772
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» Comportamento.
» Comunicação
» Conselhos Úteis
» Consultas Boa Vista Serviço - SCPC
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Serviços Prestados - AECAMBUÍ
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva


Revista O Empresário / Número 148 · Novembro de 2010



1. Faça uma lista com o nome das pessoas que quer presentear e uma estimativa para o valor máximo que pretende gastar com cada item.

2. Caso a lista tenha ficado grande demais, pense em alternativas para reduzir o número de presenteados – como um presente único para a família ou adoção de amigo oculto (ou secreto) para um grupo de amigos ou parentes.

3. O preço dos presentes deve ser estabelecido de acordo com o seu orçamento. É importante resistir a gastar além das suas possibilidades. A criatividade pode ser uma boa aliadapara a economia, já que pequenas lembranças podem agradar tanto quanto presentes mais caros.

4. Faça uma pesquisa na internet e nas lojas antes de começar as compras. Compare preços e peça descontos para compras à vista ou em quantidade.

5. Quanto antes começar as compras, maior será a chance de encontrar preços mais baixos e maior variedade de produtos.

6. Se, por acaso, encontrar um presente que goste muito, mas que ultrapasse o limite estabelecido, apele para outro item.

7. Comece desde já a separar algum dinheiro para as compras de Natal. É melhor parcelar os gastos antes de dezembro.

8. Os ingredientes da ceia de Natal, também podem afetar, e muito, o orçamento. Itens que não são perecíveis podem ser comprados com antecedência a preços menores, como bebidas e azeite. Nozes e aves, típicos de Natal começam a aparecer com mais força nas prateleiras nas próximas semanas.

9. Resista à tentação de ultrapassar os limites que estabeleceu. Lembre-se que o início de ano reserva gastos extras, como matrícula escolar, IPTU e IPVA. Com isso, dívidas acumuladas no Natal podem acabar se arrastando por todo o primeiro semestre do ano seguinte.
Administração & Política
» Lamentável
» Que vergonha
» Barulho aumenta risco cardíaco
» Relaxado
» Sabedoria mineira
» Mineiro esperto
» A dúvida
Colaboradores
» Casa e lar
» Sinceridade
» Sobre Deus
» O porteiro
» A raposa e o corvo
Comportamento
» Com qual você se identifica?
» Por quê a galera comete Bullying?
» Dor no pescoço
Comunicação & Internet
» Compras pela internet
» Autoexibição
» Perfil na web
» Cuidado com as senhas
Empreendedorismo
» Empreendedor individual
Finanças
» Não passe dos limites no Natal
» Dez conselhos para os pais
Humor & Curiosidades
» Desculpas... se dormir no trabalho
» Salve a Bahia
» Preferência
» Vantagens da terceira idade
» Opinião do funcionário
» Precaução
» Loiros
» Marido salvador
Jurisprudência & Segurança
» Cartão de crédito lidera reclamações
» Big Brother Federal
» Burocracia das leis comerciais pode diminuir
» Burocracia das leis comerciais pode diminuir
» A festa é paga!
» I.R. de espólio
» Briga com acordo
Mercado de Trabalho & Educação
» Acessórios essenciais para o seu escritório
» Cuidado com a sua imagem
» Trabalho em excesso mata
» O novo profissional
» Mais vendidos
Rapidinhas do Leôncio
» Notas de novembro
AECambuí - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide