AECambuí
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-2772
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» Comportamento.
» Comunicação
» Conselhos Úteis
» Consultas Boa Vista Serviço - SCPC
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Serviços Prestados - AECAMBUÍ
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva


VOLTAR
Últimas Notícias


Publicado em: 25/05/2021

Se há uma coisa que você sabe que um vendedor deve fazer a qualquer hora, é vender. Para o bem ou para o mal, quando você trabalha em vendas, se livra do botão liga/desliga. Muitas vezes, as vendas mais bem-sucedidas ocorrem fora do escritório e fora do horário tradicional de trabalho, seja durante o jantar, em um jogo de pôquer ou em qualquer ambiente em que um potencial cliente exista.

Para os empreendedores também não existe horário comercial, pois todas as horas do dia podem ser e muitas vezes são gastas trabalhando. Empreendedores desenvolvem e cultivam relações comerciais em todos os momentos do dia e em todos os tipos de ambiente. Quando você carrega a paixão pela sua empresa, ela pode ser contagiosa, e antes que perceba a pessoa que você conheceu por acaso passa a estar junto contigo na trincheira.

Adote uma mentalidade centrada no cliente
Há poucas coisas que os vendedores apreciam mais do que listas de bons potenciais clientes. Aprender o máximo que puder sobre o consumidor é um processo muito importante, mas crítico. Conhecimento é poder e quanto melhor você conhecer o seu cliente, melhor será sua posição para fechar uma venda com sucesso. Bons vendedores também apreciam a importância de clientes felizes, já que o processo de aquisição é tradicionalmente muito mais desafiador e caro do que a retenção de clientes. Mesmo quando o negócio é fechado, a satisfação do cliente deve estar sempre no topo da lista de prioridades.


Na mesma linha, os empreendedores devem adotar uma abordagem centrada no cliente para os negócios ou não estarão no negócio por muito tempo. Sem clientes, você não tem um negócio, e os clientes não farão negócios com você se não estiver atendendo a eles. Os empreendedores devem ter tempo para conhecer seus clientes intimamente e devem moldar seus negócios para atrair os desejos e necessidades daqueles que estão mirando.

Ao longo do tempo você precisa entender quem eles são, o que gostam, o que não gostam, o que é importante para eles e por quê. Os insights sobre o cliente nascidos desse processo permitem criar ofertas e produtos para atender melhor e mais satisfatoriamente o seu público, assim como um vendedor. Esteja sempre tentando conhecer o seu cliente intimamente.

Aceite a rejeição
Ninguém gosta de ser rejeitado. Mas os vendedores entendem que a rejeição é inevitável e aprendem a gerenciar constantemente sendo dito "não". Aqueles incapazes de lidar com a rejeição de forma saudável não duram no campo. Os empreendedores também devem se acostumar com a recusa. É inevitável cometer erros e ser rejeitado, mas a resposta a isso dita se a empresa vai ter futuro ou não.

Os melhores empreendedores, como os melhores vendedores, não são apenas altamente talentosos e qualificados em seus respectivos artesanatos - eles são extremamente resilientes. Quando você adota a mentalidade de que ouvir "não" é um grande negócio, torna-se muito mais fácil melhorar, melhorar e melhorar até chegar ao "sim".

Por: Alfredo Soares
AECambuí - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide