AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» Campanha: Ano Novo, Dívida Zero
» Comportamento.
» Comunicação
» Conselhos Úteis
» Consultas Boa Vista Serviço - SCPC
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva


VOLTAR
Últimas Notícias


Publicado em: 01/10/2020

O empreendedor que souber como vender mais em tempo de crise certamente terá mais cartas na manga que outros. Afinal, em um cenário como o atual, em que os desafios provocados pela pandemia do Coronavírus e pelas consequências do isolamento social já registraram um impacto na economia mundial, o Brasil, infelizmente, também não sairá ileso. 

Alguns economistas acreditam que o país sofrerá uma recessão e preveem um PIB de -0,48% em 2020. No entanto, apesar do contexto desfavorável, é possível, com criatividade, planejamento e estratégia, vivenciar esse período sem prejuízo e, até mesmo, lucrar nele. 
Segundo Marcelo Ortega, palestrante e especialista em vendas, o gestor que consegue enxergar oportunidade em frente à crise, tem vantagem competitiva no mercado:
“Crise é oportunidade versus risco. Economia fraca é parte do risco do empresário e do time de vendas”. 

Nesse contexto, é fundamental ressaltar que ter uma visão romântica e ingênua sobre a crise não contribui em nada para superá-la. Dessa forma, aplicar medidas e ações assertivas e pontuais é essencial. 
Não é à toa que essa seja uma das diretrizes do livro “Como vender em tempos de crise”, que afirma que a maneira como lidamos com os desafios determina nosso futuro. Ou seja, em um momento de crise, em vez de reclamar e lamentar, é crucial, o mais cedo possível, arregaçar as mangas e seguir em frente. 

Quer descobrir como vender mais em tempos de crise?
Confira, o que é preciso avaliar, em primeiro lugar, para saber como vender mais em tempos de crise.
 
1. Faça um diagnóstico de seu negócio 
O primeiro passo para saber como vender mais em tempos de crise é realizar o diagnóstico de seu negócio. Em períodos mais críticos, é natural que as pessoas comprem menos. Contudo, ficar de braços cruzados em relação a isso não adiantará em nada. 
Sendo assim, é importante que você converse com time de vendas e de marketing e que faça um brainstorming com eles para descobrir soluções sobre o assunto. 
Nesse sentido, vale criar e-mails marketing criativos e persuasivos que direcionem o cliente para a compra, assim como investir em links patrocinados e em marketing de conteúdo para atrair visitantes para o seu site. 
É claro que traduzir essa estratégia em número de vendas demandará tempo, mas não se esqueça de que essa tática valoriza o relacionamento com o cliente e, como você sabe, sai muito mais caro conquistar novos clientes do que manter um atual. 
Nesse quadro, também é interessante criar promoções exclusivas para os melhores pagadores, assim como propor condições diferenciadas, como a de descontos, uma atitude que ajuda diminuir os casos de inadimplência. 

2. Corte: o que puder cortar
Outra prática para saber como vender mais em tempos em crise é: reorganize seus custos. Em outras palavras, é preciso avaliar o que vale a pena manter e o que não. Para tanto, é preciso analisar:
• estoque: verifique a quantidade de mercadorias paradas e coloque para girar os produtos que puder. Diminuir a produção também é importante, afinal, um estoque parado pode gerar prejuízos financeiros, sem falar que as mercadorias estragam;
• fornecedores: se não for possível trocar por fornecedores mais baratos, você pode tentar negociar com eles;
• contas: promova uma campanha dentro de sua empresa para que as pessoas fiquem mais atentas em relação ao uso de energia e de água. Para diminuir valores, você também pode efetuar trocas, substituindo, por exemplo, lâmpadas incandescentes por as de LED e também investir em torneiras e descargas mais econômicas. 
• funcionários: tente não admitir nem demitir funcionários, salvo em exceções, é claro, pois esses processos são caros. 

3. Seja ético sempre
Muitos pensam que a ética é inerente ao caráter. Porém, não é bem assim. Momentos de crise geram ansiedade e medo. Logo, empreendedores se deixam dominar por esses sentimentos tomam atitudes indevidas para se proteger, como a de sonegar informações importantes dentro do ciclo de vendas, por exemplo. Não caia nessa, seja ético sempre. 

AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide