AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Consultas Boa Vista SCPC
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva


VOLTAR
Últimas Notícias


Publicado em: 03/12/2019

Nesses dias travei um dialogo com meus botões, falávamos sobre concorrência, na minha ignorância pensava que meus concorrentes eram apenas as empresas que estavam no mesmo ramo que eu, mas B1 ( botão 1) abriu-me os olhos, então percebi que não concorremos só com quem está no mesmo ramo de atividade, mas com todas as pessoas que de alguma forma tentam fazer meus clientes gastarem seu dinheiro com elas.

Quando pensei em falar algo, B2 (botão 2) lembrou-se de certa vez quando fui com eles comprar um celular, e como desistir diversas vezes quando lembrava-me que havia outras coisas que também precisava adquirir, B1 tinha razão. Neste momento B3 (botão 3) me alerta que apesar de B1 ter razão não posso tirar os olhos daqueles que estão no mesmo ramo que eu.

Percebo que concorremos com todo mundo e em especial com aqueles que atuam no mesmo ramo ou em ramos similares, para ganhar vantagens nesta competição precisamos mostrar para nossos clientes que o que oferecemos é deveras urgente na vida deles e que o nosso produto é melhor do que o dos nossos concorrentes.

Concorremos por parcelas da renda dos nossos clientes, aquele que conseguir a maior parcela da renda do maior número de clientes possível ganha no jogo da concorrência.
(Francisco J. Da Rocha e Silva)
AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide