AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Consultas Boa Vista SCPC
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva


VOLTAR
Últimas Notícias


Publicado em: 05/11/2019

A Black Friday está chegando e será, sem dúvidas, uma ótima oportunidade para fazer suas compras com bons descontos. O período já se estabeleceu como tradição no Brasil e é adotado por praticamente todas as empresas do país. Mas, infelizmente, sempre aparecem os espertinhos, os fraudadores, os malandros. Por isso, é precisar prestar atenção em algumas dicas importantes, para não cair nos golpes da versão vilã do evento: a "Black Fraude".

Cheque os tópicos a seguir e faça sua autoavaliação. Se você não toma os cuidados recomendados, é possível que se torne uma presa fácil para os fraudadores:

Metade do dobro

Esse é o golpe tradicional: aumentar os preços nas semanas anteriores para aplicar "descontos" durante o evento. Fique de olho nos sites que vendem aquilo que você deseja comprar, para conferir se os descontos lançados daqui a algumas semanas serão reais.

"Normalmente, no período anterior, as lojas que fazem fraudes vão aumentando o preço do produto, divulgam o produto em mídias eletrônicas com um preço fake, mais caro que o normal, e depois elas fazem os falsos descontos. Para fugir disso, busque o valor do produto desejado nos sites que acompanham preços de lojas, que fazem um monitoramento. Só assim você saberá se o desconto oferecido pela loja é de fato real", explica Jorge Duro, coordenador do MBA no IAG - Escola de Negócios da PUC-Rio.



Ofertas suspeitas

Na Black Friday, é possível que você se empolgue com ofertas muito absurdas, que oferecem descontos de 80% ou até 90%. Dependendo da estratégia da empresa, é possível que isso seja mesmo praticável. Às vezes a companha abre mão da margem de lucro para gerar leads pagantes, por exemplo.

Mas só confie nesse tipo de oferta se ela vier de uma empresa realmente confiável. Ao se deparar com iPhones por R$ 100, vendidos em sites dos quais você nunca ouviu falar, fuja, porque as chances de ser um golpe são grandes.

Os fraudadores exploram nesses casos a maior vulnerabilidade do ser humano: achar que está se dando bem (quando, na verdade, está sendo passado para trás).

Links estranhos

Já começaram a circular nas redes sociais e grupos de Whatsapp postagens com links para supostos sites de descontos, explorando o tema da Black Friday. Esse tipo de golpe não é novidade nem exclusividade da Black Friday, mas tendem a crescer e fazer mais vítimas no período.

Preste atenção e não clique em links suspeitos. Além de poderem levar você a ofertas fraudulentas, ainda podem roubar seus dados para golpes futuros.


Você precisa?

Esta dica não vai ajudar você a se proteger de fraudadores externos, mas de um sabotador interno de suas finanças: você. A especialista em finanças Graziela Fortunato, também professora do IAG – Escola de Negócios da PUC-Rio, ressalta a importância de estar atento ao controle de gastos.

"Eu preciso deste produto ou só desejo? O consumidor precisa fazer esta pergunta para si mesmo antes de comprar. Muitas vezes, mesmo sem dinheiro, a pessoa usa o cartão de crédito e opta pelo parcelamento. Não se motive pelo impulso. Se você estiver precisando de algo anunciado na Black Friday, aproveite. Mas se apenas deseja, não compre", aconselha a professora.


AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide