AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva


VOLTAR
Últimas Notícias


Publicado em: 14/11/2018

“O Marketing é tão básico que não pode ser considerado uma função separada. É o negócio total visto do ponto de vista de seu resultado final, isto é, do ponto de vista do consumidor. O sucesso empresarial não é determinado pelo fabricante, mas pelo consumidor.”

Essa célebre citação foi dita pelo guru da administração de negócios, professor Peter Drucker, consagrado analista do ambiente empresarial. E falecido em novembro de 2005, aos 95 anos de idade.

Em seu livro “O marketing sem segredos” Philip Kotler – considerado a maior autoridade mundial em marketing – escreveu com muita propriedade o seguinte: “Uma empresa pode ter o melhor departamento de marketing do mundo e fracassar na área de marketing. Por quê? Porque as pessoas da produção podem fazer produtos de má qualidade, o departamento de expedição pode atrasar a entrega, o departamento de contabilidade pode imprimir faturas imprecisas... tudo isso fará a empresa perder clientes”.

E isso quer dizer que o Marketing é tão básico para uma empresa que ele não pode ser um departamento separado, dos demais, dentro da empresa. Assim, todos os setores da empresa têm que ter conhecimento do Marketing e essa disseminação do Marketing, dentro da empresa, é o chamado: Marketing Integrado, onde da equipe de limpeza ao presidente da empresa são treinados para que tenham um excelente relacionamento com os clientes com a finalidade de atender às necessidades e aos desejos desses clientes.

Dessa forma, esse é um princípio básico que todas as pessoas que possuem empresas deveriam saber e pôr em prática. Porém, não é bem isso que ocorre, uma vez que um mau atendimento ao cliente irá comprometer a imagem dessas empresas e, o que é pior, com a pulverização das mídias sociais faz com que os registros de maus atendimentos, nos estabelecimentos comerciais, sejam divulgados e rapidamente atinjam os clientes e isso traz como consequência um efeito devastador na imagem das empresas, que podem até levar ao fechamento dessas empresas.

Erros de estratégias de marketing

Em outro artigo, nesta plataforma, escrevi: que certo dia, eu estava com a minha esposa em um shopping, aqui em Porto Alegre, e fomos a uma loja de varejo e para minha surpresa e indignação a atendente nos recebeu no balcão com um pacote de biscoitos e, o que é pior, estava mastigando o biscoito. A minha esposa fez uma pergunta sobre um modelo de um biquíni e a atendente foi grosseira em sua resposta.

Certamente, saímos da loja sem comprar nada. E, depois de sairmos da loja, até comentei com a minha esposa que essa loja não iria durar muito tempo. Dito e feito, mais ou menos, seis meses depois a loja fechou.

Em outra situação, fui a um supermercado, também, aqui em Porto Alegre, e o atendente do caixa estava totalmente desfocado na execução do seu trabalho, ao mesmo tempo em que atendia os clientes, mantinha diálogo com a colega do caixa ao lado e cometia erros no que tinha que ser realizado, com isso aumentava a fila no seu caixa e deixava os clientes irritados.

Em ambos os casos esses funcionários comprometeram a imagem dessas empresas e, não é somente isso, tal atitude fez com que diminuísse a quantidade de clientes e os lucros, gerando prejuízos às empresas.

Por isso, é de bom alvitre que nas contratações de pessoas para cargos de atendentes sejam escolhidas aquelas que gostam de interagir com pessoas, que respeitam os clientes e que tenham vocação profissional para vendas.

Outro caso que chamou a atenção, no cenário político, foi com relação ao candidato a presidente Jair Messias Bolsonaro, de 63 anos, que, no dia 28 de outubro, se tornou o novo presidente do Brasil, com 57.797.456 milhões de votos – 55,13% dos votos válidos –, mesmo com pouco tempo – 8 segundos – de propaganda de rádio e TV a sua campanha se concentrou nas redes sociais, onde angariou muitos simpatizantes.

No entanto, a campanha do Jair Bolsonaro não foi fácil, porque algumas mídias ao querer manter o status quo – beneficiadas por gordas verbas publicitárias do governo federal – lhe bombardearam de todas as formas para que ele não se elegesse.

Só que as atitudes dessas mídias foram um tiro de canhão no pé, porque desses mais de 57 milhões de eleitores do Bolsonaro, muitos são assinantes delas e estão cancelando as suas assinaturas, como retaliação por não terem se comportado como meios de comunicação imparciais. Esses órgãos cometeram um erro gravíssimo de estratégia de marketing, porque não entenderam que os seus clientes queriam uma mudança de verdade.

Portanto, é extremamente importante que as empresas desenvolvam uma cultura empresarial com foco no marketing integrado, pois procedendo dessa forma a responsabilidade pelo marketing da empresa não fica, somente, com o departamento do marketing, mas, sim, com todos os setores da empresa.

(Roberto Morais Batista)
AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide