AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva


VOLTAR
Últimas Notícias


Publicado em: 27/09/2018

Aquela que é saudada como a principal data do e-commerce está de volta: no dia 23 de novembro, a “Sexta-Feira Negra”, que preferimos chamar de Black Friday, inaugura oficialmente o que, para a maioria dos lojistas, é a mais alta temporada de vendas – tanto na internet quanto fora dela.

Digo “oficialmente” porque, na prática, os empresários do setor entenderam que o público consumidor já está disposto a comprar durante a semana que antecede a data, no que convencionou-se chamar de “esquenta Black Friday”.

Para este ano, as primeiras previsões são otimistas: segundo estudo do e-Bit, a Black Friday deve impactar 84% dos consumidores brasileiros. A estimativa é bastante realista, uma vez que, nessa época, as pessoas aproveitam as inúmeras ofertas para antecipar as compras de fim de ano, além de efetivar compras que estavam nos planos muito tempo antes deste período.

Levando isso em conta, recomenda-se aos lojistas, desde já, que aqueçam os motores de suas lojas virtuais. Desta forma, quando este tão aguardado momento finalmente chegar, sua estrutura digital estará pronta para acomodar um fluxo ininterrupto de clientes desesperados por todo tipo de promoção que faça jus ao nome desta data.

Abaixo, listo algumas dicas que considero indispensáveis para você não perder o bonde da Black Friday:

Faça da propaganda a alma do seu negócio

Planeje suas ações de marketing para divulgar a toda sua base de clientes fidelizados, e mesmo aos novos, sobre a participação na Black Friday e os descontos especiais que irá oferecer. Execute estas ações antes e durante a Black Friday. Utilize para isso e-mail marketing, redes sociais como Instagram e Facebook ou até mesmo comunicação via WhatsApp - desde que você receba um “OK” do cliente para entrar em contato com ele por meio deste canal.

Não esqueça de decorar sua loja virtual com banners da campanha. Neste caso, recomendo um banner com contagem regressiva para a tão esperada data do e-commerce mundial.

Selecione ofertas especiais

Estude o seu estoque e defina o sortimento de produtos que você irá vender abaixo do preço na Black Friday. Você poderá selecionar um produto ou mesmo uma categoria de produtos específicos para trabalhar com descontos mais agressivos. Mas não se esqueça de por na calculadora todos os descontos que serão oferecidos, para analisar preventivamente como se comportam as suas margens com essas reduções de preço.

Não perca o timing operacional da sua loja

Atualize seus prazos de entrega para que, durante a campanha, sua equipe tenha um prazo adicional para realizar a separação e organização de um volume maior de entregas do que sua operação está acostumada a trabalhar. E para dar mais agilidade à máquina de vendas, automatize processos de cadastro e de atualização de dados entre sistemas utilizados na sua operação online, como plataforma de e-commerce, ERP, markteplaces, pós-vendas e outros.

Tome decisões baseadas em dados

Lembra do Big Data, o ouro da internet? Fique atento às informações que puder extrair da interação dos consumidores com sua loja virtual e trace estratégias comerciais a partir desses dados. Também defina alguns indicadores importantes para você acompanhar durante toda a Black Friday, como, por exemplo, conversão de vendas, novos clientes, recorrência de compra, meta de faturamento, meta de unidades de produtos vendidos, etc.

Dê toda atenção ao cliente

Organize escalas de trabalho com seu time de vendas para que haja sempre alguém acompanhando os acessos e conversões no site durante todos os dias da promoção. A equipe terá de monitorar o chat e atender ligações telefônicas de clientes que precisam esclarecer suas dúvidas antes de fechar uma compra, e isso poderá ocorrer fora do horário comercial.

Não esqueça: cliente mal atendido é cliente perdido.

Mantenha a compostura

Venda sempre com transparência e ética – nada de aumentar os preços nas semanas que antecedem o Black Friday para forjar descontos nesta data especial. O consumidor não é bobo e a única coisa que você ganha com isso é uma má reputação na praça. Seja estratégico: acompanhe os preços da concorrência utilizando ferramentas de monitoramento de preços e precificação inteligente.

Ofertas em tempo real também aumentam as chances de conversões.

Desejo muito sucesso para você e para sua loja nesta Black Friday!

(Diogo Lupinari)
AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide