AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
Últimas Notícias


Publicado em: 09/10/2017

A tecnologia de pagamentos por aproximação — nas quais não há contato direto com o meio de pagamento e que é disseminada há anos em países como Japão, mas ainda não ganhou tração no Brasil — começa a ser explorada pelos grandes bancos.

A primeira iniciativa nesse campo no país foi do Banco do Brasil, que desde 2015 permite o pagamento via NFC, sigla de Near Field Communication (comunicação por proximidade, em tradução livre) por meio do cartão de crédito Ourocard.

Já o Santander vai lançar em novembro um conjunto de soluções baseadas em NFC que permitirá ao correntista pagar do ônibus ao coco na praia sem precisar de cartão. O objetivo é ir além dos smartphones equipados com NFC e incluir dispositivos vestíveis, como pulseiras e adesivos.

O NFC é a tecnologia mais usada para troca de informações entre aparelhos sem a necessidade de fios ou conexão com a internet. Enquanto o cartão de crédito precisa ser inserido na máquina, as tecnologias de NFC requerem apenas aproximar o dispositivo da maquininha.

ADESIVO ‘VIRA’ CARTÃO

Embora o Brasil tenha a segunda maior base de máquinas de cartões com capacidade de aceitar pagamentos via NFC, com penetração de mais de 70%, o usuário tem opções limitadas do lado dos bancos, e a maioria depende de smartphones topo de linha compatíveis com a tecnologia.

O Santander — que lançou uma carteira digital no app para pagar via NFC —, passará a ofertar uma pulseira à prova d’água e stickers, adesivos que o cliente poderá colocar onde quiser, que poderão substituir os cartões. Dessa forma, as compras podem ser feitas sem dinheiro ou celular.
AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide