AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
Momento Empresarial



Publicado em: 29/08/2010

As feiras comerciais acontecem durante o ano todo e contemplam todos os setores do segmento de comércio varejista, além de acontecerem em vários estados e cidades do país, contribuindo assim na questão da viabilidade e também no custo de participação dos lojistas.

Outro ponto importante e que deve merecer a atenção dos empresários que pretendem visitar feiras com intuito de aumentar suas relações profissionais, prospectarem bons negócios através da identificação de novos fornecedores e prestarem atenção nas novidades e lançamentos da sua área, é a característica e porte deste evento.

A região e a época do ano normalmente induzem a uma determinada tendência que muitas vezes pode diferir daquilo esperado por você, como também, pode estar acima ou abaixo do padrão econômico de sua empresa e, consequentemente, de sua clientela. Portanto, o cuidado aí é fundamental para que não haja decepções e investimentos desnecessários.

È importante o empresário que pretenda participar de uma determinada feira procurar pesquisar sobre o evento com boa antecipação, conferindo tudo, desde sua característica, período de realização, horários, local, além do mais importante: quem estará expondo.

Com esta busca antecipada, que os jornais e revistas especializadas sempre publicam, além da televisão e da internet, o lojista poderá identificar se estarão presentes empresas com as quais já mantém relação comercial, afinal, elas podem ajudá-lo na orientação e indicação de outras oportunidades, como outros fornecedores que poderão agregar valor para sua empresa em termos de diversificação de produtos, preços e outros aspectos. Em hipótese alguma o empresário pode se aventurar a uma viagem com este objetivo sem o mínimo de precaução.

Há ainda a outra parte de pesquisa que versa sobre as suas necessidades, metas e reais interesses, bem como, um levantamento bem minucioso sobre suas contas internas, verificando e mensurando o que tem a receber, o que tem a pagar, enfim, um levantamento da sua realidade e de suas potencialidades.

Quanto às necessidades, me refiro ao que realmente é preciso para cobrir possíveis falhas de estoque, sobre as quais, é imperioso que se tenha amplo e detalhado conhecimento. Com relação às metas, deve-se estar ciente sobre aquilo previamente estudado e planejado a ser incluído como ampliação do quadro de produtos na empresa, bem como, na linha de instrumental necessário.

Por fim, deve estar convicto do seu interesse coletivo no evento; os benefícios que estará proporcionando ao seu negócio, os contatos que serão feitos, as idéias que serão extraídas e demais benefícios inerentes a uma feira bem estruturada.

Concluindo, o senso de organização é imprescindível para uma viagem tranqüila e uma participação proveitosa. O empresário e as demais pessoas de sua comitiva, como gerentes e vendedores, devem fazer a programação prévia de visitação, procurando visualizar e demarcar no mapa da feira (sempre disponibilizados aos interessados), as empresas e pontos a serem procurados dentro de uma sequência lógica para que não haja desperdício de tempo, desgaste físico e perda de oportunidades.


Em minha opinião, o importante de tudo isso é o que eu sempre recomendo como uma ótima e profissional estratégia de crescimento e desenvolvimento, ou seja, a participação sistemática em feiras temáticas e afeitas ao seu segmento empresarial.

No mundo competitivo de hoje, não dá para ficar parado e acomodado, se limitando a receber e conhecer aqueles que acorrem até você. È preciso haver proatividade, correr atrás, desbravar e chegar primeiro e o quanto antes. O mercado está cada vez mais dinâmico e as boas oportunidades surgem a todo instante, mas, é preciso saber e querer procurá-las, pois elas nem sempre chegam até você e, o pior, quando chegam podem estar chegando atrasadas.

Contudo, se puder dedicar um tempo relativamente pequeno aos tópicos citados acima, com certeza, a eficácia e o prazer de uma empreitada bem realizada serão uma conseqüência natural que sua empresa e seus clientes irão lhe agradecer.


Luiz Antonio Farina Dias , Consultor Empresarial. Engenheiro, Economista. Pós Graduado em Gerência Empresarial pela FACESM. Pós Graduado em Qualidade e Produtividade pelo Departamento de Engenharia de Produção da UNIFEI. Mestre em Engenharia de Produção pela UNIFEI. Professor Universitário. Para falar com o autor, use o e-mail luizfarina@bol.com.br

AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide