AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
Momento Empresarial



Publicado em: 07/09/2012

Essa é uma das prerrogativas mais sensatas de todo empresário em relação ao seu cliente. È mesmo do empresário a obrigação de zelar pelos interesses, satisfação e segurança de seu fiel cliente. Quando digo isso, estou indo além daqueles pontos acerca de orientação de uso, modelo, tamanho, enfim, daquelas orientações necessárias, porém, não únicas na negociação. Estou me referindo à orientação sobre crédito e, como essa dádiva pode se transformar numa dor de cabeça se não for bem utilizada.

Existe uma preocupação por parte de órgãos governamentais e por especialistas no ramo quanto ao aumento e facilidade de crédito no mercado. As facilidades levam muitas vezes o contingente de consumidores a gerarem uma carteira de dividas muito além da sua capacidade orçamentária. Neste caso, o problema não é somente do cliente, e sim, dos credores, bancos e financeiras. A ciranda está criada e as soluções são sempre demoradas e dispendiosas.

A demonstração de maturidade empresarial se faz necessária para que se evite que aquele cliente bom, fiel e honesto, no ato da compra, vá além de suas possibilidades e entre numa situação de possibilidades futuras de inadimplência. Muitos deles, com a ferocidade das empresas comerciais, de cartões de crédito, aliadas às gigantes do ramo de venda eletrônica, estão, e muito, comprometidos.

Portanto, a empresa deve sempre tomar suas precauções, mesmo que já seja cliente cadastrado. A confirmação de endereço, de local de trabalho, número de dependentes, se possui casa própria ou se paga aluguel, atualização de renda familiar, são sempre importantes e necessárias. Outro cuidado é o de fazer a consulta ao serviço de proteção ao crédito, afinal, nunca se sabe se este cliente já vem encontrando problemas nesse sentido, mesmo que seja uma pessoa de bem, mas, como dissemos, ele pode já ter sido atraído pelo consumo fácil e desmedido.

O que não se deve cometer é o erro da acomodação e confiança pessoal. Achar que é desnecessária e exagerada, a checagem e atualização de dados e, pior ainda, achar que o cliente pode se chatear com esses procedimentos. Hoje em dia, isso se constitui em uma regra geral e todos os consumidores já estão habituados, sendo assim, não há motivos para se preocupar. Ninguém vai se melindrar.

Com os cuidados acima citados, o empresário, através de seus colaboradores bem treinados e orientados, terá condição de rever o limite de crédito de cada cliente e ter condições reais de aprovar uma venda com certeza de recebimento integral.

Sempre deixamos bem enfatizado aqui, no nosso espaço, que as empresas devem se esmerar no atendimento aos seus clientes, e que toda a sorte de gentileza e presteza deve ser dedicada a ele, porém, nunca se esquecendo do profissionalismo do qual falo tanto. Os clientes são a razão da existência de qualquer empresa, e é por isso mesmo que devemos zelar por eles em todos os sentidos. Da mesma forma e com similar intensidade, afirmamos que a sua empresa é a sua vida, fonte de seu sustento e de toda família, portanto, deve ser protegida e resguardada de acúmulos de capital parado e até perdido.

Ajude seu cliente, oriente-o. Será bom para ele, e assim, estará também se ajudando e preservando a saúde de sua galinha dos ovos de ouro.




Luiz Antonio Farina Dias , Consultor Empresarial. Engenheiro, Economista. Pós Graduado em Gerência Empresarial pela FACESM. Pós Graduado em Qualidade e Produtividade pelo Departamento de Engenharia de Produção da UNIFEI. Mestre em Engenharia de Produção pela UNIFEI. Professor Universitário. Para falar com o autor, use o e-mail luizfarina@bol.com.br

AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide