AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-2772
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» Comportamento.
» Comunicação
» Conselhos Úteis
» Consultas Boa Vista Serviço - SCPC
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Serviços Prestados - AECAMBUÍ
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva


VOLTAR
Comportamento.



Publicado em: 26/03/2021

Você já parou pra pensar o quanto somos influenciados a descartar ao invés de consertar qualquer coisa que apresenta defeito?

O fato é que descartar parece ter se tornado um hábito em quase todas as questões da vida. O que não atende às nossas expectativas acaba fadado ao abandono ou substituição, como se fosse mais conveniente desapegar de amores, amizades, estudos, projetos e objetivos que não estão dando certo, do que trabalhar para fazer dar certo.

No mundo corporativo e na carreira não é diferente. O tempo todo somos bombardeados por publicações e estímulos que incitam a descartar qualquer chance de sucesso numa empresa que não esteja no ranking das melhores empresas para trabalhar, e a abandonar aquele gestor que esteja distante do arquétipo de líder perfeito idealizado em artigos do LinkedIn. A verdade é que somos ensinados a buscar o que há de melhor, mas na realidade, aprendemos a desistir fácil demais.

Desde o início da minha carreira aprendi que as melhores oportunidades são reservadas para as pessoas que escolhem consertar, decidindo fazer a diferença no meio em que estão. É preciso ter muito mais coragem para consertar, do que para trocar o que está com defeito. Isso porque o ser humano tem, por natureza ou educação, a necessidade de controlar o que o rodeia e, quando você se dispõe a consertar algo que claramente tem defeitos, você não tem a menor garantia ou controle que aquilo vai passar a funcionar. Dispor-se a consertar é assumir riscos com ampla exposição. Escolher consertar demanda, acima de tudo, coragem!

Seja uma pessoa consertadora. O mundo precisa de mais pessoas que vivam com o propósito de melhorar o meio em que estão, em vez de pessoas que passam a vida buscando o ambiente perfeito, o amigo perfeito, a esposa perfeita, o trabalho perfeito, o líder perfeito ou a empresa perfeita para se sentir realizado e feliz.

Ajude a consertar as coisas que estão à sua volta! Mesmo quando não foi você quem estragou. Ajude o seu colega, ajude o seu professor, ajude o seu vizinho, ajude o seu colaborador, ajude o seu líder, ajude o seu cliente! Esse é um dos maiores impactos positivos que você pode causar por onde passa.”

Por: Fábio Scabeni



notícias da mídia Notícias pesquisadas em jornais e sites.

AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide