AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
comunicação



Publicado em: 02/07/2015

Sites de relacionamento já são complicados, mas quando você leva em conta as mentirinhas que as pessoas contam antes dos encontros, pode parecer impossível encontrar sua alma gêmea.

Ao mentir sobre a idade ou a altura, criamos uma expectativa que vai ser destroçada quando a pessoa percebe que foi enganada. O economista comportamental Dan Ariely, um dos criadores do novo filme “(Dis)Honesty: The Truth About Lies” – (des)honestidade: a verdade sobre as mentiras, em tradução livre – conversou com Caroline Modarressy Tehrani para explorar essa tendência humana de mentir – e por que essa vontade nunca nos ajuda quando se trata de encontrar alguém na internet.

“A verdade é que costumamos mentir para obter algum benefício de curto prazo, e essas coisas acabam nos custando caro depois”, disse Ariely. “Basicamente, acho que mentira e desonestidade não são uma conta de longo prazo... No momento, queremos só chegar ao próximo passo e, se mentirmos naquele momento, na verdade estaremos prejudicando nossas chances de obter ganhos no futuro. Namoro online é um jogo terrível. As pessoas mentem e depois vão se encontrar... A decepção é terrível.”


notícias da mídia Notícias veiculadas na mídia impressa

AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide