AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
comunicação



Publicado em: 19/03/2016


Confira 15 mitos e verdades sobre baterias e carregadores e aproveite para descobrir se colocar uma bateria na geladeira para aumentar a potência realmente funciona.

1. Carregadores universais estragam a bateria
MITO: Esse ponto é mentira em partes. Alguns carregadores podem apresentar corrente maior do que a suportada pelo celular ou notebook, podendo superaquecer a bateria. No entanto, se os números forem iguais, como mostra este tutorial, não há problema.

2. Bateria carrega mais rápido no modo avião
VERDADE: Ao colocar o aparelho no modo avião, a rede é desligada. Assim, o aparelho faz o mínimo de esforço, sem precisar gastar com aplicativos, Wi-Fi ou 3G.

3. Aparelhos carregam mais rápido em tomadas de 220V
MITO: O carregamento rápido depende da potência do carregador. Assim como 220V não gasta mais energia, a voltagem maior também não influencia no tempo de recarga dos aparelhos.

4. Baterias atuais não viciam
VERDADE: As baterias atuais de celulares, notebooks e câmeras são de íons de lítio (Li-Ion). A tecnologia impede o vício e acaba com o antigo problema de “memória de carregamento”. Antes, as baterias de níquel-cádmio possuíam o efeito memória e precisavam de mais carga antes mesmo que a energia armazenada chegasse ao fim.

5. É errado deixar o aparelho carregando a noite toda
MITO: Deixar o smartphone ou computador plugado na tomada depois de carregado completamente não compromete o funcionamento nem do carregador nem do aparelho. Os novos acessórios são programados para encerrar o trabalho quando chega em 100%. O único problema pode ser o gasto de energia, que continua.

6. Carregador consume energia por estar plugado na tomada sem o aparelho
VERDADE: O carregador gasta energia só por estar conectado à tomada por conta do circuito interno. No entanto, o gasto é bem menor do que quando o aparelho está ligado. Alguns projetos já testam uma tecnologia de carregadores para não consumir energia ao identificar que o aparelho não está conectado.

7. Carregadores portáteis colocam bateria em risco

MITO: Como na maioria dos casos, o uso de carregadores falsos pode provocar problemas na bateria. Caso o carregador portátil seja original, o único detalhe é que irá carregar o aparelho mais lentamente, por ter uma potência menor do que um conectado na tomada.

8. É errado usar o celular enquanto estiver carregando
MITO: Assim como no tópico anterior, caso o carregador seja original o usuário não corre riscos. Caso alguma fabricante indique utilizar o aparelho a partir de determinada porcentagem muito provavelmente é pelo funcionamento do dispositivo, e não por perigo de acidente.

9. Bateria na geladeira ajuda a recuperar a potência
MITO: Ao colocar uma bateria na geladeira a carga pode ser preservada, mas a potência não irá mudar. Provavelmente essa história surgiu do fato de que o calor está ligado diretamente ao gasto da bateria, maior quando está quente e menor quando está frio. Apesar disso, os fabricantes indicam deixar os aparelhos mais novos em temperatura ambiente.

10. É preciso zerar a bateria para carregar novamente

MITO: Com as baterias de íon os usuários podem recarregar seus aparelhos quando acharem necessário. Alguns fabricantes indicam até mesmo evitar o ciclo completo, de 0 a 100%, em todas as recargas para evitar um desgaste acelerado das substâncias químicas.

11. Aparelho não pode ser guardado completamente sem carga
VERDADE: As fabricantes indicam deixar os aparelhos carregados em pelo menos 50% quando for guardar por muito tempo. Ao parar de usar o dispositivo totalmente descarregado a bateria pode entrar em modo de descarga intensa, prejudicando o armazenamento. Se for guardado com carga cheia, a bateria pode perder parte da capacidade.

12. É errado retirar a bateria do notebook quando estiver ligado à tomadaVERDADE: As fabricantes indicam deixar os aparelhos carregados em pelo menos 50% quando for guardar por muito tempo. Ao parar de usar o dispositivo totalmente descarregado a bateria pode entrar em modo de descarga intensa, prejudicando o armazenamento. Se for guardado com carga cheia, a bateria pode perder parte da capacidade.

MITO: Essa prática de muitos usuários provavelmente começou quando as baterias poderiam ficar viciadas, assim evitando um gasto desnecessário quando plugadas na energia. No entanto, as fabricantes afirmam que a prática depende do gosto de cada cliente e que não existe nenhum risco ou recomendação para isso.

13. Usar carregador veicular prejudica a bateria
VERDADE: A carga da bateria é prejudicada pelo calor. Assim, como o carregador veicular fica muito próximo ao motor do carro, pode esquentar com mais facilidade, prejudicando a capacidade de retenção.

14. É preciso dar carga de 8 horas antes de ligar celular pela primeira vez
MITO: Como já tratado, os celulares de antigamente tinham o “efeito memória”. No caso, se um celular fosse utilizado pelo primeira vez antes de receber uma carga completa de 8 horas, ficaria com a bateria viciada. Hoje essa prática não é mais necessária.

15. Vibracall, Wi-Fi e Roaming consomem bateria
VERDADE: As três funções consomem uma carga considerável, seja pelo esforço que causam no aparelho ou pelo pequeno motor do vibracall. No entanto, nenhum dos recursos prejudica a bateria e podem ser utilizados sem problemas.


notícias da mídia Notícias veiculadas na mídia impressa

AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide