AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
Vida saudável



Publicado em: 20/12/2017

O clima quente e a proximidade de períodos de descanso faz com que as pessoas abram a guarda para alimentos pouco saudáveis. Além de engordar, muitos deles ajudam no surgimento de doenças cardiovasculares, responsáveis por aproximadamente 30% das mortes no mundo, segundo dados da OMS.

A principal razão para a existência dessas doenças é a criação da placa de ateroma nos vasos sanguíneos, conhecida como aterosclerose. Essas placas são formadas devido a diversas outras situações, entre elas hipertensão arterial, diabetes, obesidade e hiperglicemia.

E os níveis de colesterol em nosso corpo são parte fundamental da manutenção da saúde. É importante lembrar que existem dois tipos de colesterol, o HDL (o bom) e o LDL (o ruim). O LDL é o que aumenta o número de placas de gordura nas artérias e atrapalha o fluxo normal de sangue, o que pode não só ser um perigo para o coração, mas também para outros órgãos importantes, como o cérebro. O HDL, por outro lado, tem como principal função retirar o LDL do corpo.

A parte mais importante para controlar esse perigo é a alimentação balanceada. Alguns alimentos acabam por piorar, e muito, a condição do LDL. Listamos alguns deles:

1. Frituras

Pode parecer óbvio, mas é sempre bom ressaltar. Salgados, batata frita e pastéis são uma delícia, mas oferecem grande risco à saúde, mesmo se for utilizado óleo vegetal. Isso porque a alta temperatura faz com que o alimento sofra reações químicas e perca todos os possíveis benefícios. Ou seja, o ideal mesmo é apostar nos alimentos assados, cozidos ou grelhados.

2. Margarina e produtos derivados

O problema da margarina e de tudo que a usa como base (alguns tipos de pães, bolachas e sorvetes, por exemplo) é a gordura trans, uma das maiores causas no aumento do LDL.

3. Queijos amarelos

Por mais gostosos que sejam, os queijos amarelos, como a muçarela, parmesão, cheddar e outros que utilizam leite integral como principal ingrediente, são uma grande fonte de gordura saturada. Juntamente com a gordura trans, está entre as grandes causas de crescimento na taxa de LDL no corpo. Considere substituir esses queijos por outros brancos e light.

4. Carnes gordas

Carne vermelha e até mesmo um ou outro corte de carne branca (no caso, a pele do frango) podem ser nocivos devido à quantidade de gordura saturada. Pernil, bacon, costela, salsicha, salame, mortadela e outros devem ser evitados quando possível, mas, ao ser preparado qualquer tipo de carne, é importante remover a gordura visível e, no caso de aves, a pele. Isso evitará que a gordura penetre na carne durante o preparo e diminuirá os riscos. Também é válido evitar a fritura e dar preferência às carnes assadas, cozidas ou grelhadas.


notícias da mídia Autores variados

AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide