AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
Vida saudável



Publicado em: 31/07/2017

Quem está na luta para emagrecer costuma ficar se martirizando. Choros e questionamentos geralmente fazem parte desse processo. Mas o preparador físico e colunista do Delas Vinícius Possebon conta que não é preciso ser assim.

“Existem algumas atitudes simples para emagrecer que mudam apenas a forma de pensar e encarar os exercícios físicos”.

Emagrecer pode não ser tão simples, mas algumas dicas facilitam o processo

Possebon destaca que, muitas vezes, o grande empecilho para emagrecer está mais na mente do que no corpo. “É o nosso cérebro que cria aquela preguiça de treinar, dá desculpas esfarrapadas e ainda acha que precisamos de tantos doces no cardápio”, alerta.


O preparador físico, que é coach e criador do programa Queima de 48 Horas, lista as cinco atitudes simples que vão ajudar a entrar em forma.

1. Educar-se sobre o assunto

“O conhecimento libera”, resume o especialista. Segundo Vinicius Possebon, quanto mais estudamos sobre o que nos faz perder peso, mais entendemos a importância do que fazemos. “Quando você entende que o treino vai gerar um período maior de queima de gordura , e sabe que os benefícios para a saúde são muito maiores, é muito mais difícil de ser tomado pela preguiça”, afirma.

Ele também sugere que as pessoas se questionem sempre sobre as evidências de que o treino funciona. “Se você se informa sobre os mínimos detalhes, você vai fazer o treino com muito mais dedicação”, comenta.

2. Ter pouca disciplina

Por mais que pareça estranho, Possebon conta que não é preciso ter tanta disciplina para entrar em forma. “As pessoas criam um mito de que precisam de muita disciplina para emagrecer, mas não, só precisam de um pouco”, conta.

Ele explica o porquê: o cérebro não “aguenta” tanta disciplina, e por isso é preciso criar uma pequena mudança que exija só um pouco de disciplina. “Depois de 60 dias, em média, essa pequena mudança se transforma em um hábito, e aí você pode gastar o seu poder de decisão com outras coisas, porque o treino ou a novidade na sua rotina já vai ter deixado de exigir disciplina”, resume.

3. Focar no que dá resultados

Vinicius Possebon comenta que a maioria das coisas da vida se explicam pelo princípio de que 20% dos esforços dão 80% dos resultados. “Isso se aplica a muitas coisas, incluindo perder peso: provavelmente 80% do seu emagrecimento vem de 20% do que você faz”, conta.Se isso é aplicado de forma inteligente, é possível entender quando é possível comer um doce ou exagerar no almoço, por exemplo.

O preparador físico conta que é importante analisar quais as atitudes mais certeiras e se focar nelas. “O que acontece é que muita gente quer se preocupar com tudo o que precisa ser feito para entrar em forma e esquece que é melhor se ater ao que é mais importante em vez de ocupar demais a cabeça e ficar estressado”, conta.

4. Proibir desculpas

Possebon explica que sempre vamos criar desculpas. A chuva, o frio e a preguiça sempre vão ser usados como forma de não fazer o treino, mesmo que seja de 5 minutos. “Assim como é fácil encontrar uma desculpa esfarrapada para não treinar, tem como criar uma desculpa para treinar”, explica.

Por isso o especialista conta que o segredo é se livrar das desculpas. “Quando você instala um novo hábito e cria uma desculpa para a sua desculpa, você consegue impedir que elas te atrapalhem”, completa.

5. Mentalizar o resultado final

Por fim, Possebon conta que uma atitude simples é imaginar o resultado final de olhos fechados. “Tente imaginar como vai ficar seu corpo depois de emagrecer, alguma roupa que você vai conseguir vestir e a forma como você vai se sentir”, sugere. Isso, segundo o preparador físico, já dá ânimo e faz o cérebro entender que o objetivo está mais próximo.




notícias da mídia Autores variados

AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide