AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
Vida saudável



Publicado em: 03/04/2017

A dobradinha atividade física e alimentação saudável é recomendada para pessoas de todos os biotipos, idades e dos mais variados comportamentos (calmos, nervosos, ansiosos etc.).

No entanto, para aqueles extremamente estressados, determinados exercícios físicos contribuem ainda mais para a melhoria da saúde do coração, o que significa que é uma receita que vale para a maioria das pessoas. Dados da ISMA Brasil – International Stress Management Association – apontam que 70% dos trabalhadores brasileiros são estressados.

De acordo com o coordenador da Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular e coordenador das Unidades de Terapia Intensiva do Hospital e Maternidade Sino Brasileiro, Dr. Élcio Pires Junior, a pessoa estressada fabrica adrenalina e cortisol em excesso, o que sobrecarrega o organismo, principalmente o coração, aumentando a frequência cardíaca e pressão arterial.

Atividades físicas regulares que duram mais tempo e são menos intensas como caminhada, corrida leve e andar de bicicleta são as mais indicadas para combater o estresse crônico e frequentes tensões emocionais. Elas regulam as taxas de adrenalina e cortisol, estimulam a produção de serotonina e outros hormônios ligados ao bem-estar e trazem benefícios para o corpo e a mente.

Essas atividades também podem ser intercaladas com exercícios que aumentam a concentração (como ioga, pilates, meditação, tai chi chuan, escalada), prazerosos (como danças e circo); e de mais introspecção (como natação e alongamento). “Engana-se quem pensa que exercícios agressivos e estimulantes como as lutas são a melhor saída, principalmente para quem é estressado e trabalha o dia todo sentado, no escritório.

O ideal é mudar o foco, buscar mais calma, alívio das tensões de maneira mais equilibrada”, explica Dr. Élcio.

Além disso, é preciso mudar a atitude frente aos problemas e tensões diários. O estresse é inevitável, mas o comportamento estressado é uma escolha. Focar em soluções, pensamentos positivos, fazer check ups regulares, descansar, trocar a alimentação gordurosa por uma balanceada, evitar o consumo de álcool e cigarro devem acompanhar a prática regular de atividades físicas.



notícias da mídia Autores variados

AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide