AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
Conselhos Úteis



Publicado em: 26/10/2015

Ouvir o que executivos e empreendedores experientes têm a dizer é sempre útil para quem está começando um negócio. Na última semana, centenas de empresários passaram um dia inteiro ouvindo experiências, ideias e lições durante o CEO Summit, evento organizado pela Endeavor, em parceria com EY e Sebrae.


Entre os convidados das palestras estavam Claudia Sender, CEO da TAM, Julia Hartz, fundadora e CEO da Eventbrite, Jorge Gerdau, da Gerdau, Pedro Passos, sócio-fundador da Natura, Flávio Rocha, CEO da Riachuelo, e Edgard Corona, fundador, das redes Bioritmo e Smartfit. Confira abaixo os principais conselhos de cada um deles:

1. Ouça mais
“Nada é impossível! Se você quiser e souber como fazer, nada é impossível. A história está aí para mostrar. Eu acho que reconhecimento é sempre bacana, mostra que a empresa está no caminho certo. Mas tem que tomar cuidado. A gente para de ouvir quando começa a acreditar que tem mais que outros. Isso nos torna obsoletos e velhos. Aí a gente para de se reinventar”, Claudia Sender, CEO da TAM.

2. Faça pelo fazer
“Empreender é como construir um castelo de areia. Você não está fazendo para deixar um legado porque você sabe que vai vir o mar e derrubar. Você faz pelo fazer, pela paixão de tirar uma ideia do papel, energizar uma equipe para comprar sua ideia e fazer aquilo com você. Isso é o que me motiva”, Alexandre Ostrowieck, CEO da Multilaser.

3. Seja insatisfeito
“Pra mim, ser um empreendedor é não se conformar com a situação. Não é só querer montar um negócio lucrativo, mas ajudar a construir a felicidade, tanto para sua família quanto para a comunidade ao seu redor. Empreender é ter uma eterna insatisfação, curiosidade e desejo de transformar situações”, Guilherme Leal, co-fundador e co-presidente do conselho da Natura.

4. Não tenha pressa
“O que eu mais gosto no empreendedorismo é aquela fé cega de que as coisas vão dar certo. Os grandes empreendedores que conheci planejaram seus projetos de forma racional, mas uma vez que a ideia sai do papel, eles abraçam aquilo, têm completa crença de que o negócio vai virar. E passam anos acreditando e trabalhando para dar certo. E uma hora dá. Foi assim comigo: sem pressa, um pé na frente do outro até o sucesso”, Bernardo Ouro Preto, CEO da rede de supermercados de luxo St Marché, do Empório Santa Maria e do Eataly.

5. Acredite na equipe
“O empreendedor depende de sua equipe para poder fazer grandes coisas. Tudo é possível quando nos juntamos. Se existe na sua equipe alguém com uma cultura de resolver qualquer problema que aparece, ele anima a todos. É um processo de união”, diz Guibert Englebienne, cofundador e CTO da Globant.

6. Saiba mudar
“As empresas preservam suas culturas demais. Hoje o mundo muda de maneira muito rápida, e a cultura da empresa deve mudar também. Não adianta ter a missão escrita em um livro, tem que pensar e agir de maneira mais volátil”, Julia Hartz, fundadora e CEO da Eventbrite

7. Tenha propósito
“O empreendedor tem que ter propósito. Eu sempre digo que uma empresa não basta ser economicamente sustentável, tem que ser politicamente, culturalmente e ambientalmente. Hoje em dia, o crescimento e a responsabilidade social devem estar estritamente conectados: ajude o bairro, a cidade, o estado, o país e aí o mundo”, Jorge Gerdau, da Gerdau.

8. Inove
“Não esperem a crise passar para empreender. Inovem e busquem as soluções. Todos os empreendedores deste país já passaram por crises. Pode até atrapalhar um pouco, mas não impede que vocês de construírem suas empresas”, Pedro Passos, sócio-fundador da Natura.

9. Tenha visão global
“O processo natural de um ser humano é, quando se deparar com um problema, fatiá-lo em problemas menores. Mas percebemos que nem sempre o que é benéfico para um setor, é benéfico para empresa como um todo. As decisões, sejam na transportadora ou na produção de tecido, são avaliadas de acordo com o impacto global para o negócio. Essa foi a forma que nossa empresa conseguiu se reinventar”, Flávio Rocha, CEO da Riachuelo.

10. Enxergue o futuro
“Minha missão a empresa é integrar as lojas físicas e a online. Na minha opinião, a loja do futuro será um centro de distribuição e um centro de experiência. Não acredito na loja que só vende, tem que agregar um valor ao consumidor”, Frederico Trajano, diretor executivo de operações do Magazine Luiza.

11. Nada é para sempre
“Sou adepto da cultura da reinvenção. A vantagem estratégica é transitória. Quando criamos a Smartfit éramos inovadores, mas hoje várias empresas fazem também. O segredo para se reinventar passa por entender que o erro faz parte do aprendizado, montar uma equipe jovem e criativa disposta a ousar e ‘horientalizar’ todos os processos”, Edgard Corona, fundador das redes Bioritmo e Smartfit.

12. Faça a diferença
“É necessário criar um diferencial para conseguir sobreviver não só em tempos de crise, mas sobreviver com a concorrência. O nosso é focar sempre no cliente e em criar uma conveniência que efetivamente faça a diferença no dia a dia dele”, Constantino de Oliveira Jr., presidente do conselho da Gol.


Notícias da mídia Exercícios para fazer na cama ao acordar Quando o despertador toca de manhã sempre bate a preguiça de levantar da cama. Mais 10 minutos de soneca e você já está atrasada, não é? Ao longo do dia, o pescoço começa a doer, suas costas também e você já está na terceira xícara de café. Um jeito muito fácil de evitar todos esses problemas é manter uma pequena rotina de exercícios logo que você acorda. Respiração e alongamento ajudam a despertar e dar mais energia, sabia? "Estudos mostram que ao despertarmos pela manhã nossos músculos ficam 10% mais curtos e rígidos devido ao repouso prolongado da noite. O alongamento matinal é de grande importância, além de relaxar a musculatura e o corpo, previne dores que ao longo do dia podem ser sentidas", explica a fisioterapeuta e instrutora de pilates do Fit Body Pilates SPa&Estética, Mariana Novaes. São 6 exercícios bem simples que levam só 5 minutos: stretching 1. Deitada na cama retire seu travesseiro e alinhe bem sua coluna. Estique os braços e as pernas, de modo que seu corpo fique todo esticado. Entrelace suas mãos e estique-as para cima, fazendo uma tração na coluna. Repita esse movimento duas vezes por 20 segundos. 2. Deitada, dobre seus joelhos e leve em direção ao tronco, como se fosse abraçar as pernas. Mantenha por 20 segundos nessa posição e depois repita por mais uma vez. 3. Deitada, apoie seus pés na cama, flexione um pouco seu quadril e leve-o para o lado, deixando sua cabeça para o lado oposto do quadril. (Se levou o quadril para o lado direto, leve a cabeça para o lado esquerdo) Abra bem seus braços e relaxe. Faça dos dois lados, mantendo por 20 segundos na posição de alongamento e repetindo duas vezes. 4. Deitada, apoie os pés na cama unindo-os calcanhar com calcanhar e abra as pernas, fazendo a famosa posição da borboleta. Mantenha na postura de alongamento durante 20 segundos repetindo 2 vezes o movimento. 5. Sentada com o corpo ereto, pegue o braço direito e leve em direção a cabeça, puxando-a para o lado direito. Você irá sentir alongar a região do músculo trapézio e a região cervical do lado contralateral. Repita esse movimento por duas vezes mantendo por 20 segundos e repita no outro lado. 6. Todos os alongamentos devem ser associados a uma respiração lenta e profunda, inspirando o ar pelo nariz e expirando pela boca auxiliando o maior relaxamento muscular. A professora e proprietária da Personal Work, Adriane Lafemina explica como fazer o exercício: Deite com as pernas flexionadas, plantas dos pés na cama, mãos abaixo do umbigo e com a ponta dos dedos médios se tocando (se quiser junte os joelhos). Feche os olhos, inspire pelo nariz, sentindo o abdômen inchar: imagine um balão no abdômen, que se enche de ar na inspiração. Expire pelo nariz até o abdômen murchar completamente. Sinta que ao expirar o abdômen se contrai para dentro. Não force sua respiração, nem muito rápida, nem muito profunda, apenas observe seu ritmo. Experimente deixar sua expiração um pouco mais lenta que a inspiração! Faça o exercício de três a cinco minutos.

AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide