AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
Conselhos Úteis



Publicado em: 01/02/2013

Você decidiu emagrecer e para colaborar com a perda de peso, elegeu as barrinhas de cereais, as torradas e o queijo branco como seus melhores aliados? Cuidado, pois apesar de serem pouco calóricos, se consumidos em excesso, estes alimentos podem levar a sua dieta por água abaixo.

De acordo com Anna Bordini, médica com prática ortomolecular da Clínica Bertolini, alguns alimentos são considerados “falsos” amigos da dieta, já que, apesar de parecerem inofensivos, eles, muitas vezes, são os responsáveis pela pessoa não obter os resultados desejados. “Barras de cereais ou biscoitos cream cracker são muito consumidos durante uma dieta, porém podem conter sódio e gordura em excesso, o que irá prejudicar o resultado obtido pelo indivíduo ao final do processo”, explica.

Para a especialista, é preciso observar cuidadosamente os rótulos de cada alimento a fim de evitar cair na falsa promessa de que algo não engorda, como acontece com o queijo branco e com os refrigerantes zero: “Algumas marcas de queijo variam os valores de gorduras e calorias, podendo acarretar alterações nos valores calóricos da dieta. Já os refrigerantes na versão zero, possuem sódio em excesso, que pode interferir na pressão arterial e ser responsável pelos inchaços no corpo”.

Falsos amigos da dieta
Biscoito de água e sal
Com aparência leve e seca, muitas pessoas o incluem na dieta acreditando que são levinhos. Mas, essas versões feitas de farinha branca refinada tem alto valor calórico, sem vitaminas e minerais. “Quatro unidades refere-se à mesma quantidade calórica de um pão francês. A melhor alternativa é substituir a bolacha por torradas integrais, que aumentam a saciedade”, aconselha a Dra. Anna.

Barras de cereais
Ricas em fibras ajudam a controlar a fome e a regular o trânsito intestinal. Porém, fique atenta, já que muitas contêm mel, açúcar refinado, cobertura de chocolate e gordura hidrogenada. Ao invés das barras de cereais, prefira frutas desidratadas como uvas-passas, damasco ou ameixas secas.

Queijo Branco
Por conter menos gordura que os queijos amarelos, o queijo branco é sempre consumido durante as dietas. “O ideal é consumi-lo em quantidade moderada, apostando em versões lights, pois algumas marcas variam os valores de gorduras e calorias podendo alterar os valores calóricos da dieta”, explica a médica.

Frutas
Fontes de vitamina C, as frutas são indispensáveis em uma dieta, mas é preciso consumir diferentes frutas para conseguir obter benefícios nutritivos. "Evite o abacate e o açaí, pois ambos apresentam alto índice calórico", recomenda a especialista.

Creme de leite light
O creme de leite light conta com menos gordura, porém com mais sódio. Se você deseja perder peso e evitar o inchaço, substitua-o por um iogurte natural desnatado, que é pobre em gorduras.

Sucos industrializados
Evite consumi-los em excesso, pois contêm muito sódio, além de perder as fibras, vitaminas e substâncias antioxidantes da fruta. “Para conseguir o resultado desejado, é necessário ingerir alimentos não industrializados, como cereais, sementes, frutas e verduras. Apostar em alguns alimentos certos pode ajudar a emagrecer de forma saudável”, finaliza a médica.

Mesmo as versões light dos molhos para salada são ricas em calorias e, geralmente, possuem 50% a mais de sódio que o tradicional. Por isso, troque-o por temperos naturais.

Margarina
Se você deseja realmente perder peso é melhor evitá-la, pois a margarina contém grande quantidade de gordura hidrogenada e componentes químicos nocivos à saúde.

Carnes
Há quem opte pelo peito de frango, pois ele possui menos gordura que outras partes como coxa ou sobrecoxa. Já as carnes vermelhas têm alto teor de gordura. “O indicado é manter uma refeição balanceada com peixe e carne branca que são 20% menos calóricas que a carne vermelha”, acrescenta Anna Bordini.


Notícias da mídia Exercícios para fazer na cama ao acordar Quando o despertador toca de manhã sempre bate a preguiça de levantar da cama. Mais 10 minutos de soneca e você já está atrasada, não é? Ao longo do dia, o pescoço começa a doer, suas costas também e você já está na terceira xícara de café. Um jeito muito fácil de evitar todos esses problemas é manter uma pequena rotina de exercícios logo que você acorda. Respiração e alongamento ajudam a despertar e dar mais energia, sabia? "Estudos mostram que ao despertarmos pela manhã nossos músculos ficam 10% mais curtos e rígidos devido ao repouso prolongado da noite. O alongamento matinal é de grande importância, além de relaxar a musculatura e o corpo, previne dores que ao longo do dia podem ser sentidas", explica a fisioterapeuta e instrutora de pilates do Fit Body Pilates SPa&Estética, Mariana Novaes. São 6 exercícios bem simples que levam só 5 minutos: stretching 1. Deitada na cama retire seu travesseiro e alinhe bem sua coluna. Estique os braços e as pernas, de modo que seu corpo fique todo esticado. Entrelace suas mãos e estique-as para cima, fazendo uma tração na coluna. Repita esse movimento duas vezes por 20 segundos. 2. Deitada, dobre seus joelhos e leve em direção ao tronco, como se fosse abraçar as pernas. Mantenha por 20 segundos nessa posição e depois repita por mais uma vez. 3. Deitada, apoie seus pés na cama, flexione um pouco seu quadril e leve-o para o lado, deixando sua cabeça para o lado oposto do quadril. (Se levou o quadril para o lado direto, leve a cabeça para o lado esquerdo) Abra bem seus braços e relaxe. Faça dos dois lados, mantendo por 20 segundos na posição de alongamento e repetindo duas vezes. 4. Deitada, apoie os pés na cama unindo-os calcanhar com calcanhar e abra as pernas, fazendo a famosa posição da borboleta. Mantenha na postura de alongamento durante 20 segundos repetindo 2 vezes o movimento. 5. Sentada com o corpo ereto, pegue o braço direito e leve em direção a cabeça, puxando-a para o lado direito. Você irá sentir alongar a região do músculo trapézio e a região cervical do lado contralateral. Repita esse movimento por duas vezes mantendo por 20 segundos e repita no outro lado. 6. Todos os alongamentos devem ser associados a uma respiração lenta e profunda, inspirando o ar pelo nariz e expirando pela boca auxiliando o maior relaxamento muscular. A professora e proprietária da Personal Work, Adriane Lafemina explica como fazer o exercício: Deite com as pernas flexionadas, plantas dos pés na cama, mãos abaixo do umbigo e com a ponta dos dedos médios se tocando (se quiser junte os joelhos). Feche os olhos, inspire pelo nariz, sentindo o abdômen inchar: imagine um balão no abdômen, que se enche de ar na inspiração. Expire pelo nariz até o abdômen murchar completamente. Sinta que ao expirar o abdômen se contrai para dentro. Não force sua respiração, nem muito rápida, nem muito profunda, apenas observe seu ritmo. Experimente deixar sua expiração um pouco mais lenta que a inspiração! Faça o exercício de três a cinco minutos.

AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide