AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva


VOLTAR
Conselhos Úteis



Publicado em: 19/10/2018

Apesar da importância de nos mantermos hidratados, existem várias coisas que nos impedem de tomar água suficiente — a vida agitada, o fato de querermos tomar outras bebidas (especialmente café e coquetéis), a ideia de que beber mais água nos levará a passar metade de tempo no banheiro.

Entendemos seu problema. Mas beber água é preciso. Felizmente para todos nós, existem mais maneiras que nunca de consumir H2O suficiente, e não é preciso virar sua vida do avesso para fazer isso acontecer. A seguir alguns especialistas compartilham estratégias facílimas para você beber mais água.

1. Inicie e encerre cada dia com água
Se sua vida é tão corrida que parar para beber água é algo que mal passa por sua cabeça, experimente começar e terminar cada dia com um pouco de H2O – é o que recomenda a nutricionista Autumn Ehsaei, da Carolina do Norte. Tomar alguns copos de água pela manhã e mais alguns depois de seu dia de trabalho terminar garante que seu corpo receba um volume decente de água e faz você chegar um pouco mais perto de sua meta final de hidratação.

2. Para cada xícara de café, tome um copo de água
"O café é um líquido, mas não hidrata tanto nem mata tanto a sede quanto a água, para a maioria de nós", diz Ehsaei. Se você já tem o hábito de tomar algumas xícaras de café todos os dias, beber um copo d'água depois de cada café é algo que vai melhorar seu nível de hidratação muito facilmente.

3. Coloque muito gelo em suas bebidas
Se você acha água pura algo muito sem graça de se tomar, uma boa maneira de se hidratar um pouco mais é acrescentar muito gelo às suas bebidas e seus smoothies, diz a nutricionista Maryann Walsh, da Flórida. Quatro cubos de gelo incluídos em seu copo representam mais ou menos meio copo de água, e você mal perceberá qualquer diferença no sabor da bebida.

4. Aposte nos condimentos
Acrescentar mais pimenta ou molho apimentado às suas refeições é uma maneira facílima (e saborosa) de aumentar sua ingestão de água. A maioria das pessoas bebe água para refrescar a boca depois de comer comida fortemente condimentada. É uma maneira de ajudá-lo a alcançar suas metas de hidratação, disse Kristen Smith, nutricionista que trabalha na Geórgia.

5. Tome um copo inteiro de água com cada comprimido ou suplemento alimentar
Se você toma medicamentos ou suplementos, crie a meta de acompanhar cada um com um copo cheio de água, aconselhou Walsh. Muitos medicamentos e suplementos devem ser tomados com intervalos de algumas horas entre e um e outro, para garantir eficácia máxima. Assim, essa pequena mudança de hábito pode elevar bastante sua ingestão diária de água.

6. Invista numa garrafa inteligente
Monitorar sua ingestão de água é algo que tende a se perder no meio de todas suas outras tarefas cotidianas, e isso explica a popularidade das garrafas inteligentes, que cuidam do monitoramento. Uma garrafa como a HydraCoach, a DrinKup ou a Ozmo Active ajuda você a calcular mais ou menos quanta água você precisa tomar por dia, lhe avisa quando está na hora de beber mais e ainda registra seus dados, para que você possa ir melhorando seus hábitos de hidratação ao longo do tempo.

7. Use canudinho
Se você beber com canudinho, é provável que tome mais água a cada vez do que tomaria dando goles diretamente da garrafa. Além disso, beber água de canudinho deixa a garrafinha mais acessível, disse Kristen Kizer, nutricionista clínica do Hospital Metodista Houston, no Texas. É mais provável que você tome goles de água durante uma reunião de trabalho se usar um canudinho, por exemplo, e não precisar abrir e fechar a garrafa a cada vez.

8. Use um app
Existem inúmeros apps, como o Gulps, que podem ajudar você a elevar sua ingestão de água, enviando lembretes a seu telefone e oferecendo uma ideia visual de quanta água você já tomou naquele dia, disse Amanda Montalvo, nutricionista registrada e funcionária da Kettlebell Kitchen. Para quem curte games, o aplicativo Plant Nanny vincula seu consumo diário de água ao propósito de manter viva uma plantinha adorável.

9. Meça com antecedência
Se você prefere usar os métodos mais antigos para monitorar sua ingestão de água, comece por estimar quanta água deveria beber por dia (a recomendação de Montalvo é "no mínimo metade de seu peso em onças"). Encha uma garrafa grande com esse volume de água e certifique-se de beber toda a água até o final do dia. Se não quiser carregar uma garrafa grande com você o dia inteiro, divida a água da garrafa em garrafinhas menores, disse Kizer. Antes de se deitar, encha suas garrafas para o dia seguinte.

10. Beba água de maneiras pouco convencionais
Se você acha entediante tomar água, pesquisas sugerem que mudar o modo como você a bebe podem tornar a experiência nova outra vez, logo, mais prazerosa. Pesquisadores das universidades de Chicago e Ohio State observaram 300 participantes de um estudo enquanto tomavam água. Pediram a eles que propusessem suas próprias maneiras não convencionais de tomar água. As respostas variaram de beber água num copo de martini até sorvê-la em colheradas. O resultado foi que os participantes acabaram tendo mais prazer em beber água do que tinham as pessoas que a tomavam do modo "normal". Da próxima vez que você achar um tédio tomar água em um copo comum de água, pense em tirar seus copos de martini do armário.

11. Encha sua garrafinha assim que a tiver esvaziado
Levante-se e encha sua garrafinha de água assim que a tiver esvaziado, recomenda Kizer. Com isso você estará pronto para a próxima sessão de hidratação, eliminando qualquer desculpa para não tomar água mais tarde.

12. Incorpore a ingestão de água às metas de saúde importantes para você
Se beber água simplesmente para ficar bem hidratado não for incentivo suficiente para você, procure vincular esse hábito a outras metas que você encara como realmente importantes. Por exemplo, um copo de 250ml de água tomado antes de uma refeição ajuda a promover a boa digestão; tomar água uma hora depois das refeições ajuda seu corpo a absorver os micronutrientes, disse a médica Jacqueline Schaffer, autora de "Irresistible You". Manter-se bem hidratada também beneficia a pele e as articulações – até ajuda a aliviar dores de cabeça.

13. Fique de olho em seus hábitos de banheiro
Verifique quanto tempo depois de tomar água ou outros líquidos você precisa ir ao banheiro. "Essa informação pode ser muito útil para pessoas que passam muito tempo se deslocando entre sua casa e o trabalho ou que não querem ter que ficar acordando à noite", disse Kizer. Em lugar de evitar beber líquidos à tarde ou noite só para evitar possíveis problemas, você pode se hidratar à vontade no trabalho e em casa – basta descobrir e decorar os horários de parar de beber líquido que funcionam melhor para você.


Notícias da mídia Exercícios para fazer na cama ao acordar Quando o despertador toca de manhã sempre bate a preguiça de levantar da cama. Mais 10 minutos de soneca e você já está atrasada, não é? Ao longo do dia, o pescoço começa a doer, suas costas também e você já está na terceira xícara de café. Um jeito muito fácil de evitar todos esses problemas é manter uma pequena rotina de exercícios logo que você acorda. Respiração e alongamento ajudam a despertar e dar mais energia, sabia? "Estudos mostram que ao despertarmos pela manhã nossos músculos ficam 10% mais curtos e rígidos devido ao repouso prolongado da noite. O alongamento matinal é de grande importância, além de relaxar a musculatura e o corpo, previne dores que ao longo do dia podem ser sentidas", explica a fisioterapeuta e instrutora de pilates do Fit Body Pilates SPa&Estética, Mariana Novaes. São 6 exercícios bem simples que levam só 5 minutos: stretching 1. Deitada na cama retire seu travesseiro e alinhe bem sua coluna. Estique os braços e as pernas, de modo que seu corpo fique todo esticado. Entrelace suas mãos e estique-as para cima, fazendo uma tração na coluna. Repita esse movimento duas vezes por 20 segundos. 2. Deitada, dobre seus joelhos e leve em direção ao tronco, como se fosse abraçar as pernas. Mantenha por 20 segundos nessa posição e depois repita por mais uma vez. 3. Deitada, apoie seus pés na cama, flexione um pouco seu quadril e leve-o para o lado, deixando sua cabeça para o lado oposto do quadril. (Se levou o quadril para o lado direto, leve a cabeça para o lado esquerdo) Abra bem seus braços e relaxe. Faça dos dois lados, mantendo por 20 segundos na posição de alongamento e repetindo duas vezes. 4. Deitada, apoie os pés na cama unindo-os calcanhar com calcanhar e abra as pernas, fazendo a famosa posição da borboleta. Mantenha na postura de alongamento durante 20 segundos repetindo 2 vezes o movimento. 5. Sentada com o corpo ereto, pegue o braço direito e leve em direção a cabeça, puxando-a para o lado direito. Você irá sentir alongar a região do músculo trapézio e a região cervical do lado contralateral. Repita esse movimento por duas vezes mantendo por 20 segundos e repita no outro lado. 6. Todos os alongamentos devem ser associados a uma respiração lenta e profunda, inspirando o ar pelo nariz e expirando pela boca auxiliando o maior relaxamento muscular. A professora e proprietária da Personal Work, Adriane Lafemina explica como fazer o exercício: Deite com as pernas flexionadas, plantas dos pés na cama, mãos abaixo do umbigo e com a ponta dos dedos médios se tocando (se quiser junte os joelhos). Feche os olhos, inspire pelo nariz, sentindo o abdômen inchar: imagine um balão no abdômen, que se enche de ar na inspiração. Expire pelo nariz até o abdômen murchar completamente. Sinta que ao expirar o abdômen se contrai para dentro. Não force sua respiração, nem muito rápida, nem muito profunda, apenas observe seu ritmo. Experimente deixar sua expiração um pouco mais lenta que a inspiração! Faça o exercício de três a cinco minutos.

AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide