AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
Conselhos Úteis



Publicado em: 15/12/2015

Quantas vezes você se senta para trabalhar, acredita que está "trabalhando", mas tem a impressão de que mal começou?

Você reserva um tempo enorme para realizar certas tarefas, mas acaba tendo a impressão de que mal começou? Tem uma tarefa que sempre parece ficar para o dia seguinte? Termina seu dia de trabalho se sentindo esgotado em vez de satisfeito com o que realizou?

Isso é um sinal de que você não está fazendo pausas suficientes -- ou não está fazendo da maneira correta. Valorizamos a ideia de estar ocupados, e vemos as pausas ou distrações como um problema.

Na verdade, descanso e relaxamento são instrumentos que nossos corpos e mentes tentam usar de todas as maneiras.

A maioria de nós está ciente de que fazer pausas em uma atividade física é necessário para a recuperação e prevenção de lesões. Fazer pausas para nosso trabalho mental é igualmente útil, e também pode proporcionar uma grande injeção de produtividade.


1. Fazer uma pausa a cada hora aumenta nossa produtividade no trabalho.

Estudos recentes mostram que os que se permitem algum tipo de diversão ou distração a cada hora têm um melhor desempenho do que os não fazem pausa.

Depois de um tempo, nossos cérebros ficam entorpecidos com o estímulo constante, e não conseguimos mais lidar com a tarefa com a mesma importância. Fazer uma pausa permite que retornemos ao trabalho com energia renovada e objetividade.

2. Uma pausa pode funcionar como combustível criativo.

Independentemente do quanto você ame seu trabalho, não conseguimos continuar criando quando estamos no vazio. Algo simples como uma conversa de dez minutos com um amigo, ou assistir a um vídeo inspirador, pode nos proporcionar o estímulo necessário ou nos levar para uma nova direção caso estejamos empacados.

É difícil ver as coisas sob uma nova perspectiva ou ter novos insights quando nossa abordagem é sempre a mesma todo o tempo. Dar um passo atrás -- literalmente ou no sentido figurativo -- pode ser justo o que precisamos para recarregar as baterias.

3. Movimentar-se fisicamente previne a estagnação mental.

Não fomos programados para ficar sentados o dia inteiro. Assim como ser sedentário cria dificuldades para nossos corpos, também não é útil para nossa criatividade e produtividade.

Levantar-se por alguns minutos e fazer com que nosso sangue circule, enviando um pouco de oxigênio para o cérebro, é uma parte necessária do dia de trabalho.

4. Uma pausa para o chá da tarde proporciona mais do que apenas uma injeção de cafeína.

Os benefícios para a saúde do chá não são explicados somente pelos antioxidantes contidos na bebida.

Fazer uma pausa do trabalho, como mencionado anteriormente, é o primeiro passo para a direção correta. Em vez de uma gratificação imediata de um salgadinho, o chá demanda tempo.

O processo de fazer e tomar uma xícara de chá nos faz desacelerar e proporciona a tão necessária pausa; uma pequena dose de cafeína e hidratação também ajudam muito!

5. Malhar com vontade nos ajuda a trabalhar com vontade.

Se você sabe que tem aquela típica falta de energia à tarde, considere fazer exercícios na hora do almoço.

Estudos mostram que um nível moderado de atividade aeróbica pode aumentar a criatividade e produtividade nas duas horas seguintes.

Além disso, a mudança de cenário e foco pode ser justamente o que você precisa para sua próxima grande ideia no trabalho.

Na próxima vez que se sentir culpado em fazer uma pausa, pense em quão mais eficiente você pode se tornar no longo prazo.


Notícias da mídia Exercícios para fazer na cama ao acordar Quando o despertador toca de manhã sempre bate a preguiça de levantar da cama. Mais 10 minutos de soneca e você já está atrasada, não é? Ao longo do dia, o pescoço começa a doer, suas costas também e você já está na terceira xícara de café. Um jeito muito fácil de evitar todos esses problemas é manter uma pequena rotina de exercícios logo que você acorda. Respiração e alongamento ajudam a despertar e dar mais energia, sabia? "Estudos mostram que ao despertarmos pela manhã nossos músculos ficam 10% mais curtos e rígidos devido ao repouso prolongado da noite. O alongamento matinal é de grande importância, além de relaxar a musculatura e o corpo, previne dores que ao longo do dia podem ser sentidas", explica a fisioterapeuta e instrutora de pilates do Fit Body Pilates SPa&Estética, Mariana Novaes. São 6 exercícios bem simples que levam só 5 minutos: stretching 1. Deitada na cama retire seu travesseiro e alinhe bem sua coluna. Estique os braços e as pernas, de modo que seu corpo fique todo esticado. Entrelace suas mãos e estique-as para cima, fazendo uma tração na coluna. Repita esse movimento duas vezes por 20 segundos. 2. Deitada, dobre seus joelhos e leve em direção ao tronco, como se fosse abraçar as pernas. Mantenha por 20 segundos nessa posição e depois repita por mais uma vez. 3. Deitada, apoie seus pés na cama, flexione um pouco seu quadril e leve-o para o lado, deixando sua cabeça para o lado oposto do quadril. (Se levou o quadril para o lado direto, leve a cabeça para o lado esquerdo) Abra bem seus braços e relaxe. Faça dos dois lados, mantendo por 20 segundos na posição de alongamento e repetindo duas vezes. 4. Deitada, apoie os pés na cama unindo-os calcanhar com calcanhar e abra as pernas, fazendo a famosa posição da borboleta. Mantenha na postura de alongamento durante 20 segundos repetindo 2 vezes o movimento. 5. Sentada com o corpo ereto, pegue o braço direito e leve em direção a cabeça, puxando-a para o lado direito. Você irá sentir alongar a região do músculo trapézio e a região cervical do lado contralateral. Repita esse movimento por duas vezes mantendo por 20 segundos e repita no outro lado. 6. Todos os alongamentos devem ser associados a uma respiração lenta e profunda, inspirando o ar pelo nariz e expirando pela boca auxiliando o maior relaxamento muscular. A professora e proprietária da Personal Work, Adriane Lafemina explica como fazer o exercício: Deite com as pernas flexionadas, plantas dos pés na cama, mãos abaixo do umbigo e com a ponta dos dedos médios se tocando (se quiser junte os joelhos). Feche os olhos, inspire pelo nariz, sentindo o abdômen inchar: imagine um balão no abdômen, que se enche de ar na inspiração. Expire pelo nariz até o abdômen murchar completamente. Sinta que ao expirar o abdômen se contrai para dentro. Não force sua respiração, nem muito rápida, nem muito profunda, apenas observe seu ritmo. Experimente deixar sua expiração um pouco mais lenta que a inspiração! Faça o exercício de três a cinco minutos.

AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide