AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
Auto-Ajuda



Publicado em: 12/06/2018

Todos nós temos expectativas de vida. Sonhamos, desejamos, almejamos e lutamos para alcançar a satisfação em todas as áreas da vida. A realização é como um combustível para a vida.

A falta desse combustível gera frustração. O que isso significa? Todos sonham, mas nem todos realizam. E por que isso acontece? Nem todos tem direito a realização? Não é essa a questão.

O que acontece com a maioria das pessoas é a falta de alinhamento das ações às expectativas. Quanto mais alinhadas estiverem suas ações, maior será a probabilidade de realização. Mas como fazer isso? Está é a pergunta que muitos se fazem. Como eu consigo alinhar de forma assertiva minhas ações para alcançar a realização?

Podemos descrever pelo menos três ações necessárias para esse alinhamento.

A primeira ação é trazer para você a responsabilidade de agir. Não deposite no outro ou nas circunstâncias a realização das suas expectativas. Toda vez que depositar em outra pessoa ou circunstância, a probabilidade de não se realizar será grande.


A segunda ação é uma mudança de pensamento. Pensamentos como “eu não consigo”, “não é pra mim”, “já tentei várias vezes e nunca deu certo”, “já passou do tempo”, “se fulano de tal não conseguiu porque eu vou”, esses e outros pensamentos que ocorrem na sua mente irão limitar você a realização.

Se você pensa que não vai conseguir está certo, porque você não vai conseguir, isto porque nossas ações também são movidas pelos nossos pensamentos. Por isso para que você alcance precisa mudar seu pensamento.

A terceira ação é descobrir quais são as suas forças e fraquezas.

Através uma ferramenta denominada análise swot, você irá definir quais são seus pontos fortes e fracos e verificar se está focando muito mais nas suas fraquezas do que nas suas forças.

Ao dar mais foco a fraqueza você pode estar deixando de lado justamente o seu potencial realizador.

Quantas vezes na sua infância você escutou a seguinte frase: “menino vai estudar matemática porque você está com a nota baixa” Sendo que nas outras disciplinas você não precisava se preocupar.

Pais e professores, preocupados com o seu desenvolvimento, muitas vezes focavam na disciplina que você não era bom e deixavam de lado aquela que você era bom.

É claro que você deveria estudar todas as disciplinas, mas o que eu quero dar como exemplo é que sempre damos mais foco as nossas dificuldades e fraquezas do que as nossas habilidades e forças. Ao agir assim é claro que empenhamos muito mais energia tentando melhorar o que não somos bons e deixamos de aperfeiçoar aquilo que temos um talento especial. Por isso de uma forma tão natural damos mais foco as nossas fraquezas, as nossas dificuldades, do que nas nossas habilidades e talentos.

Na análise Swot você trabalha o autoconhecimento através das seguintes perguntas:

– As forças

Quais são as suas forças? O que você é bom em fazer? O que as pessoas dizem que você é o cara e te elogiam. Aquilo que você faz que te realiza?

– As fraquezas

O que você não é bom? O que você não se sente à vontade para realizar? Suas fraquezas, suas dificuldades, debilidades.

– Oportunidades

Quais são as oportunidades que você tem de empregar suas forças e talentos para alcançar essa realização dentro das suas expectativas?

- Ameaças

Quais são as fraquezas que se você empregar, ela se tornará em uma ameaça ao alcance das suas expectativas?

De posse dessas respostas, você poderá verificar se o que está fazendo no seu dia a dia está ou não de acordo com suas expectativas.

Temos quatro situações para usarmos como exemplo, são situações que você poderá identificar que são iguais mesmo sendo tão diferentes. Uma empresa, um cargo de liderança, uma associação e um casamento.

Todas estas situações em sua maioria são firmadas debaixo de um contrato. Onde empresa e trabalhador, líder e liderado, sócios, esposo e esposa, tem expectativas com relação a esta união.

O que podemos verificar é que muitas vezes ao entrar em uma empresa, trabalhador e empresa se frustram um com o outro, daí vem as demissões. Tanto trabalhadores, empresa, líderes e liderados, associados, e claro muitos casais, se frustram e se separam. E por que isso acontece? Para que esses tipos de sociedades gerem realizações, é necessário tanto um quanto o outro deixar bem definidas quais são suas expectativas e as alinharem de acordo com as ações de ambas as partes.

(Sueli Maria)




AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide