AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Consultas Boa Vista SCPC
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva


VOLTAR
Últimas Notícias


Publicado em: 07/12/2019

Com a chegada das confraternizações de fim de ano nas empresas surgem dúvidas de como se comportar, o que vestir, ingerir ou não bebida alcoólica etc. "Apesar de ser uma festa, o ambiente é profissional", enfatiza o coach e consultor de carreira Emerson Weslei Dias.

Além disso, em tempos de redes sociais, o especialista também alerta para a divulgação de fotos e vídeos que possam constranger os colegas posteriormente.

Acompanhe abaixo algumas dicas para evitar vexames nas festas e aproveitar bem o momento de confraternização.

Roupas – é importante ficar atento no visual. Nada de roupas muito chamativas, justas ou curtas demais, e nem looks muito informais.

Bebida alcoólica – não é porque o momento é de festa que o funcionário tem que beber indiscriminadamente. "Excessos são ruins para a imagem profissional e podem, inclusive, afetar a sua reputação", diz Emerson Weslei Dias. Vale lembrar que a bebida pode influenciar nos comportamentos negativos, como por exemplo flertar com algum colega do outro setor ou ainda dar coragem de falar mal do chefe ou reclamar do salário. Por isso, todo cuidado é pouco.

Diversão – é importante lembrar que você está rodeado de colegas de trabalho, e não em uma balada. Por isso, a dica é se divertir, mas sem passar da medida. Apesar de clichê, é comum alguém se empolgar e subir na mesa, jogar-se no chão ou até sensualizar diante dos colegas. "Evite também fazer uma live na pista de dança, por exemplo. Lembre-se que ali estão colegas, inclusive executivos, que podem não querer aparecer na transmissão", recomenda.

Networking – por fim, Emerson Weslei Dias recomenda que tanto empresas quanto funcionários tirem proveito desse momento. "A empresa deve usar esse clima de descontração para aproximar as diversas áreas. E os colaboradores devem usar esse momento para interagir com os colegas”, finaliza o consultor.
AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide