AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva


VOLTAR
Últimas Notícias


Publicado em: 12/04/2019

Há certas coisas que você simplesmente nunca deve dizer no trabalho.

São frases que carregam um poder especial: elas têm uma habilidade excepcional prejudicar sua imagem mesmo quando você fala a verdade.

O pior de tudo é que não dá para retirá-las, uma vez ditas.

Não estou falando trocas absurdas de palavras, piadas de mau gosto ou gafes políticas. Essas não são as únicas maneiras de prejudicar sua imagem.

Frequentemente são os detalhes que fazem o maior estrago, aqueles que indicam que somos incompetentes e não merecemos confiança.

Não importa o seu talento ou o que você já conquistou, há certas frases que mudam instantaneamente a maneira como os outros o enxergam e que podem lhe colocar sob uma luz negativa para sempre. Elas têm uma carga tão grande de implicações negativas que podem minar carreiras a curto prazo.

1. “Sempre fizemos desse jeito”

As mudanças movidas pela tecnologia têm acontecido tão rápido que até mesmo um processo de seis meses pode já estar ultrapassado. Dizer que algo sempre foi feito do mesmo jeito pode não apenas fazer com que você pareça preguiçoso e resistente a mudanças, mas também fazer seu chefe imaginar o porquê de você não ter tentado melhorar os processos sozinho. Se você realmente está fazendo algo da maneira que sempre foi feita, é quase certo de que há um jeito melhor de ser feito.

2. “Isso não é culpa minha”

Nunca é uma boa ideia apontar um culpado. Seja responsável. Se você tiver qualquer participação - por menor que seja - em qualquer coisa que tenha dado errado, assuma. Caso não tenha, ofereça uma explicação objetiva do que aconteceu.

Atenha-se aos fatos e deixe seu superior e colegas tirarem suas próprias conclusões de quem é o culpado. O momento que você começa a apontar dedos é quando os outros começam a lhe ver como alguém que não assume responsabilidade pelos próprios atos. Isso deixa as pessoas nervosas. Alguns vão evitar trabalhar com você, enquanto outras vão atacar primeiro e lhe culpar se algo der errado.

3. “Não posso”

"Não posso" é a irmã encrenqueira do "não é culpa minha". As pessoas não gostam de ouvir "eu não posso" porque pensam que isso significa "eu não quero". Dizer que não pode significa que você não está disposto a fazer o necessário para o trabalho ficar pronto. Se você não pode fazer algo porque realmente não tem as habilidades necessárias, você precisa oferecer uma solução alternativa. Em vez de dizer o que você não pode fazer, diga o que você pode. Por exemplo, em vez de dizer “não posso ficar até tarde hoje à noite”, fale “posso chegar mais cedo amanhã de manhã. Pode ser?”.

Em vez de “não posso fazer esse trabalho”, diga “eu não sei ainda fazer esse tipo de análise. Alguém pode me mostrar como faz para que na próxima vez eu possa fazer sozinho?”

4. “Isso não é justo!”

Todos sabemos que a vida não é justa. Falar que algo não é justo sugere que você é imaturo e ingênuo. Se você não quer prejudicar sua imagem, precisa se ater aos fatos, se manter positivo e deixar sua interpretação de lado. Por exemplo, você pode dizer, “Notei que Ana foi a escolhida para aquele projeto que eu estava bastante interessado. Você se importaria de dizer o que motivou sua decisão? Eu gostaria de saber por que você acreditou que eu não era uma boa escolha, para que eu possa melhorar minhas habilidades.”

5. “Isso não faz parte da minha função”

Essa frase geralmente vai indicar que você só está disposto a fazer o mínimo necessário para garantir o seu salário, o que não é algo bom se você gosta de estabilidade no emprego. Se o seu chefe pedir algo que você considera inapropriado para sua função (seja moralmente ou eticamente falando), o melhor a ser feito é executar a tarefa. Depois, agende uma conversa com seu superior para discutir suas funções na empresa e se a descrição do seu trabalho precisa ser atualizada. Isso evitará que você pareça egoísta. Tal atitude também vai permitir que você e seu chefe desenvolvam um entendimento de longo termo sobre o que você deveria e o que não deveria estar fazendo.

6. “Pode ser besteira..." ou "Vou fazer uma pergunta boba”
Essas frases desanimadas destroem sua credibilidade instantaneamente. Mesmo que você as use com uma boa ideia, elas sugerem que você não tem confiança, o que faz os outros perderem confiança no que você fala. Não seja seu pior crítico. Se você não tem confiança no que diz, ninguém terá.

E, se você realmente não sabe de algo, diga, “Eu não tenho essa informação agora, mas eu vou descobrir e entrar em contato com você.”

7. “Eu vou tentar”

Assim como a palavra “pensar”, “tentar” soa incerto e sugere que você não tem confiança na sua própria habilidade de executar a função.

Assuma a responsabilidade da sua capacidade. Se você recebeu uma tarefa, deve ou se comprometer em fazê-la ou oferecer uma alternativa, mas não diga que você vai “tentar”, porque vai parecer que você não vai dar o melhor de si.

8. “Isso só vai demorar um minuto”

Dizer que algo só vai levar um minuto enfraquece suas habilidades e dá a impressão de que você passa por cima das suas tarefas para apressá-las. A não ser que você vá literalmente terminar sua tarefa em 60 segundos, sinta-se livre para dizer que não vai demorar, mas não diga que o trabalho será feito nem um minuto a menos do que o tempo realmente necessário.

9. “Eu odeio esse trabalho”

A última coisa que alguém quer é escutar no trabalho o quanto outra pessoa odeia o que faz. Reclamações do tipo dão a impressão de que você é uma pessoa negativa e diminuem o ânimo do grupo. Chefes são rápidos em identificar pessoas negativas que acabam com o ânimo do grupo, e também sabem que sempre há alguém entusiasmado na esquina para ficar naquela vaga.

10. “Ele é preguiçoso/incompetente/idiota”

Não existe lado bom em julgar ou rotular os colegas de trabalho. Se seu julgamento é preciso, todos já sabem disso, logo não há necessidade alguma de apontar tal comportamento. Pessoas rudes e incompetentes existem em qualquer ambiente de trabalho e é certo de que todos sabem quem elas são. Se você não tem o poder de ajudá-las a melhorar ou mesmo demiti-las, não há vantagem alguma em espalhar a inaptidão delas.

Apontar a incompetência do colega soa como uma tentativa insegura de fazer você mesmo parecer melhor. Sua má atitude logo vai lhe perseguir na forma de opiniões negativas de seus colegas a seu respeito.

Tudo sobre a mesa

Essas frases têm a tendência de já estarem enraizadas no seu dia a dia, então você vai ter que se policiar até que o hábito de não dizê-las vire rotina.

(Travis Bradberry)
AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide