AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva


VOLTAR
Últimas Notícias


Publicado em: 30/07/2018

Independentemente se você tem uma relação boa ou ruim com o seu chefe, a forma como você diz algo tem impacto direto na sua carreira.

Por causa de um tom de voz diferente ou uma maneira de falar considerada mais agressiva, você pode afastar uma promoção ou até mesmo estragar por completo a relação com seus superiores.

Para evitar esse tipo de situação, confira 7 frases que você não deve usar no ambiente de trabalho.

1. “Eu não fui contratada para fazer isso”

É fato que a carga de trabalho varia de acordo com a experiência do funcionário, mas todos possuem tarefas que precisam ser realizadas mediante prazos. Então, se lhe passarem um trabalho que você não vai conseguir dar conta ou não é a sua função, não seja agressivo. Em vez disso, seja educado e diga que é a primeira vez que você assume tal função. A dica é da revista americana Fast Company.

Se você for mais além e pretende recusar aquela tarefa, diga: “Se eu assumir essa responsabilidade, isso vai me ocupar e eu não vou conseguir me dedicar às minhas tarefas. Tenho medo de perder os prazos”. Isso soa muito melhor do que dizer que você é muito bom para realizar uma atividade daquelas.

2. “Não foi isso que você disse”

É claro que algumas vezes acontecem falhas de comunicação e uma tarefa pode não ter sido passada a você corretamente. Se isso acontecer e seu chefe chamar a sua atenção, não retruque tentando provar que você está certo e ele errado. A não ser que você tenha documentado as instruções que lhe foram passadas, em um e-mail por exemplo.

E mesmo que você tenha essa evidência de que você está correto na situação, tente ser educado para dizer isso. É o que diz a Fast Company. Você pode mostrar o e-mail e dizer algo como “eu achei que estivesse seguindo essas instruções.

Por favor, me mostre o que eu errei e vamos ver como podemos resolver isso”. Assim, você mostra que não teve culpa e seu chefe consegue visualizar o erro dele.

3. “Eu não suporto trabalhar com tal pessoa”

"Essa é uma reclamação muito comum no ambiente de trabalho", contou Tim Cole, CEO na empresa de coaching de carreira The Compass Alliance.

Mas falar mal de um colega pode causar uma má impressão e, além do mais, os chefes não costumam gostar de lidar com problemas de relacionamento entre seus funcionários. Se você tem um problema com algum de seus colegas, tente resolver diretamente com a pessoa.

Se isso não for possível e estiver afetando o seu trabalho, você poderá levar o problema para o seu chefe, mas sempre com cautela. Explique o motivo pelo qual o comportamento do seu colega está te atrapalhando nas tarefas diárias e, se possível, apresente uma solução.

4. “Não é minha culpa”

Essa é uma dica ressaltada tanto pela revista de tecnologia e inovação Fast Company quanto pelo CEO da The Compass Alliance, Tim Cole.

Não existe uma pessoa que não vá cometer nunca algum erro no trabalho. Todos estamos sujeitos a isso, afinal somos seres humanos. Mas se você for chamado a atenção por causa de alguma falha no trabalho, a melhor maneira de resolver a situação é assumir a culpa. Caso o erro não tenha sido cometido por você, é importante ter cuidado na hora de relatar o acontecido para não soar arrogante.

O ideal nesse caso, é assumir uma parte da culpa, porque você era o responsável por gerenciar tal tarefa.

5. “A gente não fazia as coisas desse jeito”

As mudanças fazem parte da vida e isso inclui o trabalho. "O mercado, hoje, exige um profissional flexível e que consiga se adaptar às diversas circunstâncias que lhes são impostas", afirma a especialista em coach de carreira, Chrissy Scivicque.

Por isso, quando o seu chefe lhe pedir algo diferente, não tome uma atitude defensiva. Ao invés disso, seja receptivo à ideia e sugira algo que possa incrementar o trabalho.

6. “Não dá para fazer isso”

Todos precisamos lidar com prazos no trabalho e, por vezes, ele pode ser curto demais. Segundo a Fast Company, se te passarem uma tarefa que precisa ser realizada em um período menor do que geralmente ela levaria, não diga “não dá para fazer isso” sem ao menos tentar fazer uma parte.

Você pode dizer que consegue fazer metade do trabalho, por exemplo, no tempo estipulado, mas que termina tudo até o final do dia.

7. “Isso não é justo”

A revista ainda ressalta uma situação bem comum no ambiente de trabalho: sermos colocados em situações que não são consideradas “justas”.

Um exemplo seria exigirem que você fique depois do seu horário na empresa ou que trabalhe em um final de semana, enquanto seus colegas não são obrigados a isso. Mas, mesmo nessas situações, não diga que “isso não é justo”.

Você não sabe a carga de trabalho de seus colegas ou se eles já passaram por esse tipo de situação antes, ou ainda melhor: você não sabe se será recompensado futuramente por isso. Por isso, antes de reclamar, reflita sobre a situação e veja se essa é a melhor maneira de agir.


AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide