AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
Últimas Notícias


Publicado em: 06/06/2018

Muitos pedágios em uma rua esburacada: esse é o ambiente de negócios no Brasil

O absurdo das situações acima é que elas são a realidade de muitos empreendedores brasileiros.

É quinta de manhã. A fila do cartório está enorme, mas você chega cedo para garantir o seu lugar. Lá na frente, enxerga um rosto conhecido. Olha de novo para ter certeza e confirma: é ele mesmo. Mark Zuckerberg, o fundador do Facebook, está na fila também.

E tem mais. Quando você foi puxar assunto, ele comentou que Jeff Bezos estava em situação difícil. Depois da mudança na tributação do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), ele tem gasto tantas horas preenchendo as fichas de obrigação acessória que nem consegue mais olhar para a estratégia da Amazon.

Temos que admitir, essa situação parece pouco provável.

Mas essa seria a rotina dos maiores empreendedores do mundo se eles se aventurassem a abrir um novo negócio no Brasil. Mark Zuckerberg perderia pelo menos uma manhã na fila do cartório. Jeff Bezos estaria ajustando os preços para incluir o valor do ICMS em cada Estado. Howard Schultz estaria até agora aguardando o alvará de funcionamento para abrir uma nova Starbucks. Elon Musk ficaria se perguntando como o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) afetaria o preço dos seus carros elétricos.

Pobre Brasil que atrapalha todos os empreendedores.
AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide