AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
Últimas Notícias


Publicado em: 27/05/2018

Ótimo, porque ele é realmente importante para qualquer empreendedor!

Assim você já estrutura aquela ideia que está na sua cabeça há algum tempo e coloca ela de uma vez pra funcionar.

Mas será que preciso mesmo disso?

Pode ter certeza que sim!

Caso contrário, na hora que o seu negócio estiver funcionando, você vai levar um verdadeiro susto se alguma coisa der errado.

E o melhor é que o plano de negócios ainda evita alguns probleminhas que podem aparecer no futuro, sabe por quê?

Porque ele estrutura o projeto, ao ponto de te ajudar a entender, inclusive, se o produto ou serviço que pretende colocar no mercado é realmente viável.

Ficou com dúvida? Não se preocupe!

Nesse artigo você vai saber tudo sobre a importância desse plano na hora de abrir um negócio.

Aproveite as informações!

O que é um plano de negócios?

Antes de saber como fazer um plano de negócios, vou te contar um pouco sobre o que é esse processo.

Basicamente, é um documento que possui a estrutura do projeto que você pretende colocar em prática.

O projeto aqui pode ser um novo empreendimento ou uma nova demanda dentro da organização que você trabalha.

Até aqui tudo bem, mas afinal, quais são os benefícios dele? Você vai saber agora!

Benefícios do plano de negócios

- Testar se a sua ideia é viável

- Entender quanto de recurso precisará

- Saber quem é o seu cliente

- Estruturar o seu projeto de maneira assertiva

- Dar credibilidade à sua empresa

- Como fazer um plano de negócios?

Agora você vai finalmente saber como fazer um plano de negócios.

Uma das melhores ferramentas para isso é o Business Model Canvas, conhecido simplesmente como Canvas.

É uma ferramenta que estrutura os planos de maneira muito prática, permitindo que você visualize os aspectos fundamentais do projeto em uma única folha.

Mas não é só isso!

O Canvas cria o plano de forma que você veja o valor que o seu produto terá para o cliente.

Se perceber, por exemplo, que a sua ideia não tem valor, então precisará pensar em um outro produto ou serviço para abrir um negócio.

Afinal, você deve concordar comigo que aquilo que não vende valor e não resolve um problema, obviamente, não é um negócio sustentável.

Em outras palavras, o Canvas te ajuda a entender se a sua ideia é sustentável ou não. Se for, ótimo, é só usar a ferramenta para estruturar o plano de negócios, mas se não for, basta pensar em uma outra ideia.

Quer saber como fazer um plano de negócios?

Vou te contar agora!

Para criar um plano de negócio com o Canvas você precisará utilizar 9 blocos, que juntos envolvem as principais áreas de uma empresa: cliente, oferta, viabilidade financeira e infraestrutura.

Veja quais são eles:

1 — Segmento de clientes: são os clientes.

2 — Proposta de Valor: é o serviço, produto ou solução de valor.

3 — Canais: são os meios pelos quais o cliente vai adquirir o seu serviço ou produto.

4 — Relacionamento com clientes: é a forma como a empresa vai estreitar o relacionamento com o cliente.

5 — Fontes de receita: é como chegar na receita por meio da proposta de valor.

6 — Recursos principais: são os recursos usados para a realização das atividades-chave.

7 — Atividades-chave: são as tarefas que levarão à proposta de valor.

8 — Parcerias principais: são as atividades-chave a serem feitas por terceiros e os recursos buscados fora da empresa.

9 — Estrutura de custos: são os custos necessários para que a estrutura do projeto aconteça.

Gostou de saber como fazer um plano de negócios?

Espero que essas informações te ajudem a estruturar o seu projeto da melhor forma.

Mas se perceber que a sua ideia não é sustentável, considere que nem tudo está perdido.

Você poderá pensar em uma outra alternativa. Basta se esforçar, se dedicar, aceitar os desafios e ter um pensamento de crescimento.

Não desista!

Presleyson Lima -
AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide