AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva


VOLTAR
Últimas Notícias


Publicado em: 22/03/2018

A Associação Mineira de Municípios (AMM) informou que o acordo feito com o governador Fernando Pimentel (PT) para que não atrase repasses feitos aos municípios não foi cumprido. A entidade alega que a dívida com as prefeituras já beira os R$ 4,5 bilhões.

No dia dois de fevereiro deste ano, prefeitos estiveram na Cidade Administrativa para ouvir o compromisso. Segundo a AMM, ficou acertado que em um prazo de 45 dias o governo mineiro colocaria em dia os atrasos do ICMS, IPVA e transporte escolar e apresentaria cronograma para o pagamento das dívidas com a Saúde, Assistência Social e demais repasses atrasados com os municípios.

Porém, o prazo esgotou-se na última segunda-feira, 19, sem que o dinheiro caísse na conta das prefeituras.

Conforme a AMM, apenas o repasse do transporte escolar de 2017 foi efetuado integralmente, após as ameaças de os alunos ficarem sem aulas em 2018. A Associação alega que o ICMS semanal de 2017 foi todo pago, mas 2018 começou com novos atrasos. Além disso, uma multa de R$ 200 milhões não foi paga.

O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado de Minas gerais (COSEMS) divulgou novo relatório das dívidas do Estado com os municípios com valor total de R$ 3.7 bilhões, o que deixou os prefeitos ainda mais preocupados.
AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide