AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
Últimas Notícias


Publicado em: 16/01/2018

De acordo com uma pesquisa da Amway Global Entrepreneurship Report, 82% dos brasileiros desejam empreender um dia. Ao mesmo tempo, um terço das empresas fecham em até dois anos de funcionamento no país, conforme apuraram o Sebrae e a Fundação Getúlio Vargas.

Com o alto risco de fracasso, é essencial que um empreendedor não tome decisões precipitadas e reflita insistentemente antes de efetivamente começar um novo negócio.

Para Juliano Loureiro, CEO da FriendsLab, empresa com sede em Belo Horizonte e especializada na consultoria para novos negócios, existem sinais claros de que uma pessoa está realmente pronta para empreender.

Confira, a seguir, os cinco pontos a que qualquer aspirante a empreendedor deve se atentar nas palavras do especialista:

1. Falta de ânimo com o trabalho atual

O primeiro sinal para aqueles que estão em busca do próprio negócio é a falta de ânimo e engajamento com o atual emprego. É comum encontrarmos trabalhadores sem a tão sonhada realização profissional ou qualquer motivação para estar em seus atuais locais de trabalho.

"Nesses casos, o ideal é parar um momento para repensar se o emprego atual vale a pena ou se realmente chegou a hora de deixá-lo para trás e partir para a construção da sua própria empresa", afirma Juliano.


2. Paixão e afinidade

Não existe um bom negócio sem paixão. Para um empreendimento de sucesso, é preciso, além de uma bia ideia, a capacidade de transformá-la em ações com “audácia e determinação”.

Juliano diz que “é essencial que o futuro empreendedor tenha afinidade e se identifique com o ramo que pretende seguir. Juntar algo que amamos com uma grande oportunidade de negócio pode ser a receita certa para garantir o sucesso do empreendimento”.

3. Busca de oportunidades e atualização sobre o mercado

Estar sempre atualizado sobre a área de interesse em busca de oportunidades nesse mercado, é mais um sinal positivo. “Essa postura vai ajudar você a fazer um planejamento estratégico prévio consistente e bem detalhado — o que é muito importante para iniciar um empreendimento”.

4. Consciência dos riscos

Quem entende os riscos de um mercado e não os teme está um passo à frente no empreendedorismo. “Começar a empreender envolve a possibilidade de perder o capital investido e não conseguir voltar ao mercado”, explica o CEO. “Por isso, é muito importante entrar em contato com outros empreendedores da área e avaliar os possíveis riscos de seu investimento”.


5. Apoio de familiares e amigos

O apoio da família, amigos e de uma equipe bem comprometida e disposta formam mais um pilar no momento certo para abrir um negócio. “É muito importante contar com o apoio das pessoas próximas e estar sempre em busca de colaboradores, mentores e recursos”.


AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide