AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
Últimas Notícias


Publicado em: 25/12/2017

Com a chegada das festividades de dezembro, cresce o interesse das pessoas em superstições que prometem trazer um ano mais próspero do que o anterior.

Comer lentilha na ceia do dia 31 e pular as sete ondas após a meia-noite estão entre os rituais mais comuns. Há também quem prepare banhos especiais para renovar as energias antes do dia 1º de janeiro.

Confira abaixo sete tradicionais mandingas para adotar neste Réveillon.

*

ALFAZEMA
A crença popular fala que os banhos com a planta atraem boas energias para o ano novo. Há outras receitas, como misturas com mel e arruda, que, dizem, pode trazer dinheiro, amor e saúde.

*

ROMÃ
O ritual recomenda guardar sete sementes na carteira ou espalhá-las pela casa durante todo o ano. Alega-se que realizar o ato pode atrair prosperidade e sorte.

*

UVAS
É dito que para ter boa sorte e prosperidade é preciso comer 12 uvas após a virada do ano –uma para cada batida do relógio. Acredita-se que guardar as sementes na carteira traz dinheiro.

*

LENTILHA
Tanto em saladas quanto em pratos quentes, os grãos são consumidos no último dia do ano por quem acredita que terá fartura e prosperidade.

*

PULAR SETE ONDAS
Há a crença que, à meia-noite, a pessoa deve entrar no mar e fazer um desejo para cada onda que pular -de frente para a água. O ritual serviria para afastar energias negativas e ajudar a superar as adversidades do ano que virá.

Ari Versiani - 31.dez.2011/AFP

Casal observa queima de fogos do Réveillon na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro
*

ARRUDA
A superstição manda ferver dois litros de água com a planta e folhas de manjericão e alecrim. Dizem que jogar o líquido sobre a cabeça antes do banho, no dia 31, afasta o mau-olhado.

*

SAL GROSSO
É sinônimo de purificação desde a Antiguidade. Acredita-se que adicionar os grãos ao banho do dia 31 espanta espíritos ruins e afasta as energias negativas.
AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide