AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva


Revista O Empresário / Número 127 · Janeiro de 2009



O governo federal propôs às maiores instituições financeiras privadas um acordo para reduzir os chamados “spreads” bancários, a diferença entre as taxas captadas e as repassadas ao consumidor, mas a iniciativa não terá nenhum sucesso enquanto os juros do próprio governo estiverem em 13,75%, segundo especialistas.

Os bancos sustentam que também têm interesse em reduzir os “spreads” e manter a expansão do crédito. O problema é como viabilizar essa redução das margens em meio ao aumento dos custos de captação de recursos e à redução na demanda por crédito.

Para Luis Miguel Santacreu, analista da Austin Rating, no máximo, o governo poderia oferecer como contrapartida para os bancos mexerem no “spread” alguma redução na tributação ou no compulsório.

Santacreu disse ter dúvidas sobre a eficácia de utilizar a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil como instrumentos para aumentar a concorrência e forçar os bancos a diminuírem seus ganhos. “Não é porque o juro está menor na Caixa e no BB que o cliente vai mudar de banco. Hoje, o que mais está compondo os ganhos dos bancos é o ‘spread’. Não dá para achar que os bancos deliberadamente e por altruísmo vão diminuir o ‘spread’.

QUAL O DESTINO DO CUSTO DO “SPREAD” BANCÁRIO?

Custo administrativo: 13,50%

Inadimplência: 37,35%

Custo do compulsório: 3,59%

Tributos e taxas: 8,04%

Resíduo (lucro) líquido: 26,93%

Outros: 10,59%
Administração & Política
» Inadimplência é maior
» Caixa quer ampliar crédito comercial
» Microempresa poderá parcelar débitos
» Prestando contas
Colaboradores
» Do camundongo
» Dos sinais
» Rito de passagem indígena
» Da discussão
» Deus não vai perguntar
Comportamento
» Como se comportar em um hospital
» Pressão baixa em mais velhos
» Casa segura nas férias
» Receita para viver melhor
Comunicação & Internet
» Fique esperto com o Call Center
Empreendedorismo
» Reforço no caixa
» Devedores de impostos tem crédito liberado
» Como reduzir custos na crise
Finanças
» "Spread" assusta o governo
» Banco não pode cobrar por quitação
» Mais cheques sem fundos
Humor & Curiosidades
» A advogada e o surdo
» Você consegue?
» Velhinhas
» Filha
» A vingança
Jurisprudência & Segurança
» Veja como agendar perícia
» Seguro para sequestro
» Advogados
» Seguro obrigatório custará mais
» Cuidado com os limites na venda de produtos
» Entenda os tipos de prisão existentes no Brasil
Mercado de Trabalho & Educação
» Acabe com o estresse no trabalho
» Como enviar um currículo
» Chefe faz mal à saúde
Rapidinhas do Leôncio
» Notas de janeiro
AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide