AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
Momento Empresarial



Publicado em: 01/09/2012

Toda empresa passa, mesmo que eventualmente, por situações de reciclagem. Os momentos em que são necessários reparos em mobiliário, iluminação, pintura nas paredes, depósitos, e muitos outros. São muitos cuidados, uns estratégicos, outros emergenciais e os de caráter funcional. E este processo deve mesmo ser constantemente desenvolvido, até porque, toda empresa que se preocupa com seu cliente e que não deseja ficar atrás da concorrência, tem que estar sempre atenta com melhorias e adequações.

Muito bem. Pelo exposto, estamos nos referindo à parte estética e funcional da empresa. As paredes bem limpas e conservadas, banheiros sempre funcionando bem e apresentando condições de conforto e higiene, a iluminação sem falhas, ou seja, aquela luminária com uma ou duas lâmpadas queimadas e cuja troca está sempre sendo adiada.

Também os provadores de roupas, quando se tratar de uma loja, as vitrines, a entrada, a fachada da empresa e as dependências internas, como cozinha, depósitos e escritórios. São pontos essenciais para garantir o bem estar de funcionários, clientes e demais visitantes de sua empresa, como também, para preservar a sua imagem.

Mas é bom que fique bem evidenciada a necessidade de reciclagem dos funcionários, gerentes e também para os proprietários. Esse tipo de reciclagem ao qual me refiro, certamente é o mais importante e o que deveria estar em primeiro lugar, sempre, no planejamento e orçamento de qualquer empresa. Trata-se dos treinamentos, reciclagem de ideias, técnicas, e atualizações de comportamentos. Também do processo de ampliação da visão de mercado, do entendimento das transformações dentro do seu segmento, amplamente discutidas e apresentadas em feiras, congressos e outros muitos eventos dessa natureza.

Um empresário não pode, principalmente nos dias atuais e com as características do mercado, se fechar para as mudanças, para as evoluções e ficar à margem de novas ideias. O importante é que saiba que enquanto ele permanece acomodado em sua empresa, julgando estar seguro e ciente de tudo, seu concorrente está buscando armas para enfrentá-lo. Depois não pode ficar reclamando e colocando a culpa na crise, no governo e até nos funcionários. A culpa é da sua própria omissão.

Na minha área de trabalho, como já mencionei aqui na nossa coluna outras vezes, sempre estou em contato com empresas de segmentos diversos e, não raramente me deparo com situações positivas de empresários, promovendo mudanças e melhorias em suas empresas. Os investimentos são geralmente, muito altos, mas, os resultados são visíveis e, na maioria das vezes, de muito bom gosto. Isso é muito bom, é lógico que é. Trata-se de uma prova de cuidado com a imagem, ânimo para crescer, respeito com o cliente, mas, e o principal? E a reciclagem com os funcionários? E a busca por agentes motivadores para aqueles que recebem seus clientes todos os dias?

Será que todos os empresários estão atentos à maneira que como seus clientes estão percebendo um atendimento nos dias de hoje? Como eles estão sendo tratados, conduzidos e “trabalhados” pelo seu concorrente?

Não adianta muitas vezes uma empresa despejar milhares de reais em uma ampliação ou reforma se ela não se preocupa com aqueles que lá estão diariamente para atender o seu bem maior: O seu cliente.

E será que apesar da bela reforma você está sintonizado com as tendências de mercado? Com as variações da economia e por consequência, com sua forma e condição de venda?

Será que você é um empresário tradicional da cidade ou um empresário atualizado na cidade? Tem muita diferença aí. E essas diferenças, hoje, fazem a diferença!




Luiz Antonio Farina Dias , Consultor Empresarial. Engenheiro, Economista. Pós Graduado em Gerência Empresarial pela FACESM. Pós Graduado em Qualidade e Produtividade pelo Departamento de Engenharia de Produção da UNIFEI. Mestre em Engenharia de Produção pela UNIFEI. Professor Universitário. Para falar com o autor, use o e-mail luizfarina@bol.com.br

AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide