AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
comunicação



Publicado em: 10/12/2015

É interessante constatar o quanto nossa vida mudou com a popularização da internet e dos smartphones. E, como língua é parte da cultura de um povo, cada vez mais precisamos inventar palavras para designar coisas e ações que não existiam há bem pouco tempo.

Veja a seguir 8 termos em inglês que nasceram com o advento da rede:

1. E-quaintance
Em inglês, usamos acquaintance para designar alguém que você conhece, mas que não é exatamente seu amigo. Se você só o conhece no ambiente virtual, ele é seu e-quaintance . Aliás, já é comum falarmos de e-meeting, e-introductions etc.

2. Hacktivist
Você conhece os termos hacker e activist. O hacktivist é alguém que manipula informações na internet, muitas vezes ilegalmente, para promover, impedir ou direcionar mudanças sociais, políticas, econômicas ou ambientais. Um hacker com causa.

3. Bashtag
Você já usou uma bashtag para reclamar? Se não usou, certamente já leu um desabafo de um amigo, citando uma empresa com uma hashtag. Ou usou em queixas do tipo: “Fui ao evento #chato #odeiofazerisso". A palavra vem da combinação entre "bash", criticar, e "hashtag", o símbolo usado no começo dessas expressões.

4. E-cruitment
Enviar CV por e-mail está quase em desuso. A tendência é preencher seus dados e fazer testes em plataformas de recrutamento e seleção, facilitando boa parte do processo. Imagine o selecionador lendo centenas de e-mails para encontrar aquele profissional que tenha morado na Alemanha, por exemplo. Com uma busca simples, é possível localizar qualquer informação de um candidato. A palavra para descrever esse método de recrutamento online é e-cruitment.

5. Nonliners
Você conhece pessoas que nunca, ou muito raramente, usam a internet? Não por opção, mas porque não têm acesso, especialmente por não terem condições financeiras ou viverem em regiões não atendidas por programas de inclusão digital? Sim, elas existem. E são chamadas de nonliners.

6. E-stalker
O verbo “to stalk” significa perseguir alguém continuamente, sem ser notado. Hoje já ouvimos sua versão para o português, “estalquear”. E, em inglês, já surge o e-stalk, que é a forma mais comum de fazer isso hoje: buscando informações sobre a pessoa em questão na internet.

7. Wiki
A palavra virou sinônimo de qualquer página da web que permita que vários usuários contribuam com conteúdo. A Wikipedia é a mais famosa, mas você já ouviu falar de Wikileaks também (to leak = vazar) . O Wikileaks é uma ONG internacional que publica informações secretas, vazadas por pessoas anônimas, que querem divulgar ações ilegais, em sua maioria.

8. Netiquette
Para viver bem, precisaremos de muita netiquette, isto é, a etiqueta na internet Como tudo é muito novo para a maioria, ainda estamos aprendendo a identificar regras de comportamento para o mundo virtual. As leis ajudam, e mais ainda a conscientização de que gentileza e afeto, mesmo quando discordamos, são bem-vindos em qualquer lugar do mundo, físico ou virtual.


notícias da mídia Notícias veiculadas na mídia impressa

AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide