AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
A legislação e o empresário



Publicado em: 20/07/2016

Certificados digitais ajudam a economizar tempo e evitar erros

A principal vantagem de uma pessoa física ter um certificado digital, também chamado de e-CPF, na hora de fazer a declaração do Imposto de Renda é que, ao fazer a autenticação no programa da Receita Federal, boa parte dos dados já serão importados e preenchidos automaticamente, o que pode gerar uma economia de tempo e diminuir a possibilidade de erros.


Podem ser importados dados de rendimentos recebidos de fontes pagadoras, transações imobiliárias e despesas médicas do titular da declaração que tenha o certificado digital, referentes ao respectivo ano-calendário. Para que as informações sejam preenchidas automaticamente, é necessário antes que a pessoa jurídica responsável já tenha enviado esses dados à Receita Federal.

O prazo para as fontes pagadoras e imobiliárias enviarem essas informações para a Receita Federal terminou em dia 29 de fevereiro. Já as informações sobre despesas médicas podem ser enviadas pelas empresas até o dia 31 de março. Portanto, é importante que o contribuinte fique atento, porque, se ele fizer a declaração antes de a empresa ter enviado as informações, elas não vão ser preenchidas automaticamente.

O sócio de impostos da EY, Antônio Gil Franco, destaca que há serviços exclusivos no Centro de Atendimento Virtual (eCAC) da Receita Federal para quem tem o certificado digital, como a possibilidade de acessar e imprimir on-line declarações de anos anteriores, além de fazer a declaração sem precisar baixar o programa da declaração no site da Receita.

— O contribuinte precisa ponderar se os serviços exclusivos oferecidos no portal eCAC valem a pena, pois o certificado digital também tem custos — diz.

Estão impedidos de optar pela declaração pré-preenchida os contribuintes que não tenham apresentado declaração de ajuste ou de saída definitiva no ano anterior como titulares ou tenham caído em malha fina na última declaração.

Pessoas físicas que fazem muitas operações de câmbio e profissionais liberais, como advogados, contadores e médicos, são alguns dos clientes que mais costumam fazer a certificação digital, porque podem ter outros benefícios além de preenchimento facilitado do Imposto de Renda, segundo Aline Moassab Geraidine, gerente de certificação digital da Boa Vista SCPC:

— A certificação digital, se contratada por um período de tempo maior, com validade de três anos, pode até sair mais barata do que pagar um contador.


notícias da mídia

AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide