AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
Auto-Ajuda



Publicado em: 29/09/2013

Numa convenção americana à qual compareceram neurologistas do mundo inteiro, um dos principais tópicos foi o fenômeno de pessoas que desmaiam no instante em que se levantam da cama.

Um dos oradores foi a Dra. Linda Mc Maron da Inglaterra. Ela fez uma prolongada palestra sobre seus estudos neste campo.

Disse que após muitos anos de estudo e investigação sobre o tema, chegara à conclusão de que este tipo de desmaio é causado pela rápida transferência entre a posição deitada e ficar de pé.

A Professora Mc Maron disse que demora 12 segundos para o sangue fluir dos pés à cabeça. Porém quando a pessoa se levanta rapidamente assim que acorda, o sangue é “jogado” depressa demais para o cérebro, e o resultado é o desmaio.

Ela sugeriu que cada pessoa, mesmo aquelas que não têm tendência a desmaiar, se sentasse na cama ao acordar e contasse lentamente até 12 para evitar tontura, fraqueza e/ou desmaio. Seu discurso foi recebido com muitos aplausos e entusiástica repercussão.

Outro professor, um judeu religioso, pediu permissão para falar. Ele disse: Para nós, judeus, há uma antiga tradição com milhares de anos, a de recitar uma prece de agradecimento ao Criador do Mundo por nos conceder a oportunidade de um novo dia de realizações.

A prece é dita imediatamente após despertar, enquanto ainda se está na cama. Há doze palavras nesta prece e se a pessoa se regular para dizê-las lentamente com concentração, leva exatamente doze segundos para pronunciá-la… 12 palavras em 12 segundos.

Ele recitou a prece lentamente em hebraico:

“Modê ani lefanêcha, Mêlech chai vecayam, shehechezárta bi nishmati bechemlá. Rabá emunatêcha!”

Tradução:

“Sou grato a Ti, ó Rei vivo e eterno, por ter restaurado dentro de mim minha alma com misericórdia. Grande é Tua confiabilidade!”

O auditório levantou-se e irrompeu em aplausos que ecoaram por todo o salão. Dessa vez… era para o Criador do Mundo. Talvez cada um de nós também deva aplaudir toda manhã o Criador, por todas as suas criaturas, incluindo essa criatura especial, que nesse momento está lendo essa mensagem.

"Eu não vim para ser servido, mas para servir... Tudo aquilo que quiser que os outros vos faça, fazei primeiro aos outros... Tudo aquilo que não quiser que os outros vos faça, não fazei aos outros..." - Disse-nos o Mestre de todos os mestres -





AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide