AECambuí | CDL
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-3046
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» A legislação e o empresário
» Auto-Ajuda
» Comportamento
» comunicação
» Conselhos Úteis
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Tipos de Consultas SCPC
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva





VOLTAR
Auto-Ajuda



Publicado em: 14/09/2016

Já faz tempo que a meditação deixou de ser coisa do oriente. Desde a década de 1960, cada vez mais pesquisadores do lado de cá do globo se deparam com seus benefícios e recomendam a prática para quem quer ter uma vida mais saudável e equilibrada.

Parar por alguns minutos durante o dia para respirar e observar a si mesmo pode ter um impacto poderoso no dia a dia de qualquer um. Para empreendedores, porém, os benefícios vêm com um bônus extra: além de manter a vida em equilíbrio, a prática os ajuda a ter mais sucesso nos negócios.


“A maioria de nós vive sob estresse constante. Com a meditação, a pessoa consegue ficar mais centrada, diminui a ansiedade. Para o empreendedor, isso vale ouro”, afirma Ricardo Melo, coach e autor do livro “As leis invisíveis do dinheiro” (editora Gente).

O empreendedor Everaldo Ramos da Costa, diretor do grupo CICOM, que atua no setor cultural, pratica meditação há 12 anos e garante que esse hábito faz toda a diferença para os negócios.

"Meditar muda tudo. Você consegue ter mais discernimento, clareza mental e, principalmente, mais percepção de si mesmo, o que ajuda a manter o foco”, explica.

Para Ramos, a meditação tem ainda papel fundamental na resolução de problemas na empresa. “Às vezes, o óbvio não é tão óbvio e a meditação ajuda a enxergar o que está acontecendo”, afirma.

Ele exemplifica: “Uma vez tive uma dificuldade com um parceiro de negócio. Meditei sobre isso e percebi que eu não estava enxergando a posição que ele gostaria de ter em nossa parceria. Depois dessa meditação, pude colocá-lo nessa posição e a gente conseguiu prosseguir”, conta.

Mas, afinal, o que é meditar?

Os especialistas consultados por Exame.com garantem que a prática não exige uma quantidade enorme de tempo livre. “Se tiver só três minutos, já é alguma coisa”, afirma Rodrigo Siqueira, professor do Ibmec/RJ e coach. Ele ressalta, porém, que o ideal é começar com períodos de 15 minutos – o que, convenhamos, não é nada demais.

Uma vez que você decidiu que vai meditar, existe uma gama imensa de tipos de prática para conhecer. A mais simples e recomendada aos iniciantes consiste em prestar atenção à própria respiração. A técnica é bastante usada pelo método Mindfulness, última moda entre os meditadores.

Procure um lugar tranquilo e sente-se numa posição confortável. Então, respire. “Ao prestar atenção em sua respiração, a pessoa vai perceber o comportamento da mente destreinada, que automaticamente começa a devanear. É importante perceber isso. Com o tempo, a pessoa divaga menos”, explica Siqueira.

Quanto mais você pratica, fica mais fácil aumentar o tempo da meditação, que pode ultrapassar uma hora.

E qual é o resultado disso tudo?

Os benefícios vão desde a maior produtividade até o aumento da capacidade de resolver conflitos. Veja alguns deles abaixo:


1 – Foco

“Todo empreendedor precisa visualizar onde ele quer que seu negócio chegue. E a meditação te traz foco para você não mudar de estratégia toda hora de acordo com as dificuldades”, explica o coach Ricardo Melo.

2 – Gestão de tempo

“A desorganização atrapalha muita gente, inclusive empreendedores que costumam ter uma agenda apertada. O praticante de meditação é mais centrado e usa seu tempo de maneira mais eficaz. Consegue priorizar melhor, fala ‘não’ com mais facilidade e com isso consegue focar seu tempo”, diz o coach.

3 – Bem-estar da equipe

“A meditação com o grupo torna a equipe mais unida. Imagine uma equipe de vendas. Tem gente que está com problemas na família, outros estão sem dinheiro. Por mais que o produto seja ótimo, essas questões interferem na venda. Quando o empreendedor chama para uma meditação, as pessoas ficam mais relaxadas e se unem mais”, recomenda Melo.

4 – Gestão financeira

“Imagine quantas pessoas que, quando não estão bem, tendem a gastar mais. Na empresa é a mesma coisa, porque empresário é ser humano. Se ele não está bem, a probabilidade de gastar mal seu orçamento é maior”, afirma Melo.

Outro problema comum é misturar as contas pessoais com as da empresa. “Tenho um aluno que pega dinheiro da empresa e paga mensalidade da escola da filha. Isso é característica de uma pessoa desorganizada, que não tem paciência em separar as contas. Se você medita, tem mais centramento e se organiza melhor”, completa.

5 – Capacidade de liderança

A habilidade para lidar com problemas na equipe também aumenta com a meditação, afirma Rodrigo Siqueira, do Ibmec/RJ. “Há um impacto direto nas habilidades de liderança, de me colocar no lugar do outro. Desenvolvo mais empatia e também mais compaixão. Assim, se eu perceber que há um sofrimento em alguém da minha equipe, fica mais fácil agir para ajudá-lo”, explica.

6 – Criatividade

Outra capacidade que fica mais aguçada com a meditação é a criatividade. “A meditação ajuda a gente a limpar nossa mente, reduzindo pensamentos ruminantes, que diminuem nosso potencial criativo. Com essa limpeza, nossa criatividade ganha vida, reduzimos nosso olhar viciado para as coisas. O resultado é que conseguimos mais insights para resolver problemas de maneira criativa”, afirma Rodrigo Siqueira.

A meditação na prática

Ficou claro que a meditação traz diversos benefícios. Porém, é preciso disciplina para levar a prática adiante. “É como começar uma academia. No início, o corpo dói, dá vontade de desistir, mas depois você rompe a barreira”, afirma Ricardo Melo.

Para que a meditação seja efetiva, é importante praticá-la diariamente. O diretor do grupo Cicom conta que sua meditação acontece todos os dias, sempre de manhã. “Quando tenho algum compromisso diferente, medito à noite”.

Aos que não conseguem tempo para meditar, o empreendedor recomenda:

“É um diferencial bem forte para um líder. Hoje as soluções de problemas não são apenas racionais, é preciso estar em contato consigo mesmo. Além disso, meditar reduz o estresse e faz bem para a saúde. Aquele líder cansado, que leva a empresa nas costas, ficou no século passado.”




AECambuí | CDL - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide